TV: Adriane Galisteu abre intimidade de Ayrton Senna: ‘Cara sensacional’

Adriane Galisteu contou detalhes sobre a intimidade do ex-namorado, o piloto Ayrton Senna, morto em maio de 1994, vítima de um acidente durante o Grande Prêmio de San Marino, em Ímola, na Itália. Em entrevista para o canal Rap 77, a apresentadora destacou os “hábitos simples” do ex-companheiro.

“Eu era uma menina de 19 anos quando tudo começou e vivia puxando-o para festas. Eu dizia: ‘Ayrton, você é um cara que é tão grande, tão grande, tão grande, mas que não consegue tirar férias’. Ele não tirava férias nunca”, disse.

A artista lembrou, ainda, que Senna sempre ficava ansioso para voltar ao trabalho. “Ele tirava poucos dias em Angra, todo mundo sabe disso. Ele ficava poucos dias e ele já ficava com uma agonia, porque ele tinha uma relação com o trabalho imensa, muito grande, muito forte. Então, ele não conseguia relaxar 100% nem nas férias”, completou.

Galisteu ressaltou que, ao invés do que muita gente pensa, não é um problema para ela falar sobre o ex-namorado mundialmente conhecido. “Eu tenho muito orgulho de ter vivido o último ano e meio de vida ao lado dele. Eu tento contar para as pessoas que ele era muito melhor como ser humano do que simplesmente o mega campeão mundial, o tricampeão mundial. Ele era um cara sensacional. Um cara de hábitos simples”.

A apresentadora foi a última namorada de Ayrton Senna, antes da morte dele, em 1994. Galisteu e o piloto viveram uma história de amor de aproximadamente 18 meses.

Fonte:R7/MBCnews