Politica: municípios cearenses realizam novas eleições para prefeito neste ano.

A população de Caridade e de Martinópole terá que ir às urnas, neste ano, para escolher seus prefeitos novamente. O TSE considerou os eleitos nesses municípios, Simone Tavares (PDT) e James Bel (PP), respectivamente, inelegíveis.

Além deles, existem outros 13 gestores com pendências na Justiça Eleitoral.

Em Tempo 01:

Em Barreira, Jaguaruana, Missão Velha e Pedra Branca o clima de instabilidade política é o mesmo. Os prefeitos tiveram o registro de candidatura indeferidos e, mesmo tendo sido os mais votados na eleição de novembro, não foram diplomados. Eles, entretanto, recorreram das decisões judiciais e aguardam julgamento. Nestes casos, igualmente, comandam o município o presidente da Câmara.

Em Tempo 02:

O caso de Viçosa do Ceará é peculiar. O prefeito Zé Firmino (MDB) estava com o registro indeferido, mas conseguiu uma liminar no Supremo Tribunal Federal, na qual o ministro Gilmar Mendes determinou a posse do gestor. Ele continua no cargo por força da liminar

O caso de Viçosa do Ceará é peculiar. O prefeito Zé Firmino (MDB) estava com o registro indeferido, mas conseguiu uma liminar no Supremo Tribunal Federal, na qual o ministro Gilmar Mendes determinou a posse do gestor. Ele continua no cargo por força da liminar

Em Tejuçuoca e Senador Sá, os vices estão nesta mesma situação: deferidos, mas aguardando julgamentos de recursos.outros dois prefeitos foram cassados, em primeira instância, por irregularidade na campanha: casos de Cedro e Pacajus; em ambos, cabe recurso.

Fonte: pontoPoder/MBCnews