Esporte:Justiça de BH determina bloqueio de mais de R$ 16 milhões em bens e contas de ex-dirigentes do Cruzeiro,

Melhor Plano Funerário da região.
Melhor Plano Funerário da região.

A Vara de Inquéritos de Belo Horizonte deferiu há pouco pedido do Ministério Público para bloquear bens e valores de investigados no esquema de desvio de recursos do Cruzeiro. No total, foram bloqueados R$ 16.233.183,08 do ex-vice de futebol Itair Machado, do ex-presidente Wagner Pires de Sá e do empresário Christino Richard.

O objetivo é garantir o ressarcimento do prejuízo ao Cruzeiro pelos crimes investigados no clube e que, segundo as investigações foram praticados pelo grupo. A decisão do juiz Daniel Leite Chaves deve ser cumprida imediatamente, mas cabe recurso.

Itair teve a cobertura em que reside, em Vila da Serra, região metropolitana de Belo Horizonte bloqueada, além de carros e outros bens.

Melhor Plano Funerário da região.
Melhor Plano Funerário da região.

Veja abaixo quanto cada um teve bloqueado:

Itair Machado: R$4.442.166,76 e o bloqueio de seus bens, equivalente a R$1.299.644,25;

Wagner Pires de Sá: R$ 6.154.828,07;

Christiano Richard: R$4.336.544,00

O MP também havia pedido o bloqueio de valores e bens do ex-diretor geral Sérgio Nonato e dos empresários Wagner da Cruz e Carlinhos Sabiá, mas esta parte do pedido foi indeferido.

Matéria exibida nos Canais Globo nesta quinta-feira mostrou que Itair Machado, segundo as investigações, pagou dívidas pessoais com dinheiro desviado do clube, entre elas, parte da cobertura em que reside, além de outras dívidas pessoais.

Fonte :Ge/MBCnews.