Depois de Bolsonaro liberar academias e salões, Camilo diz que eles seguem fechados no Ceará

Depois de o presidente Jair Bolsonaro incluir salões de beleza, barbearias e academias no rol de atividades essenciais, o que liberaria o funcionamento desses estabelecimentos durante a quarentena, o governador Camilo Santana usou suas redes sociais para dizer que elas devem permanecer fechadas no Ceará.

A atitude do governador tem respaldo em decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), que decidiu que a competência sobre funcionamento das empresas é de estados e municípios. A questão originou uma queda de braço entre o presidente, que segue liberando mais atividades, e governadores, que as mantém paralisadas por causa da pandemia do novo coronavírus.

“Informo que, apesar do decreto considerando salões de beleza, barbearias e academias de ginástica como serviços essenciais, esse ato em NADA ALTERA o atual decreto estadual em vigor no Ceará, e devem permanecer fechados. Entendimento do Supremo Tribunal Federal”, publicou em suas rede sociais.

Fonte: O Otimista