Datafolha: 17% dos eleitores estão arrependidos de voto em Bolsonaro

Jair Bolsonaro foi eleito presidente da República nas eleições de 2018, derrotando o ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad no segundo turno

Melhor Programa de Esporte da Atualidade é, na Liderança 102,9 .
Melhor Programa de Esporte da Atualidade é, na Liderança 102,9 .

Em pesquisa divulgada nesta quarta-feira, 8, pelo instituto Datafolha, o índice de pessoas que votaram em Jair Bolsonaro, então candidato a presidência da República, nas eleições de 2018, atingiu a marca de 17% de arrependimento. O percentual equivale a 9,8 milhões de eleitores do País. No pleito, o atual chefe do Executivo federal recebeu 57,8 milhões de votos, enquanto 47 milhões optaram por Fernando Haddad (PT), ex-prefeito de São Paulo.

O levantamento também apontou que 39% dos brasileiros entrevistados consideram a forma com que o Governo Federal conduz o País na crise do coronavírus como ruim ou péssima. Outros 25% avaliaram a gestão de Bolsonaro no combate à pandemia como regular, enquanto 33% classificaram como bom ou ótimo.

No entendimento dos eleitores que se arrependeram de ter votado no então candidato do PSL, hoje sem partido, a forma com que o presidente da República conduz o Brasil tem rejeição (ou seja, considerada ruim ou péssima) de 63%. O montante é semelhante ao constatado entre os eleitores que votaram em Haddad, onde a porcentagem de desaprovação chega a 70%.

As mulheres são o grupo que predominantemente mais se arrependeu de votar em Bolsonaro, contabilizando 60%, dos 17% que lamentaram a escolha no então pesselista. A pesquisa foi realizada entre os dias 1º e 3 deste mês de abril e ouviu 1.511 pessoas. A margem de erro, conforme o Datafolha, é de três pontos percentuais para mais ou para menos.

Fonte:Datafolha