Covid-19: Anvisa orienta suspensão imediata da vacina AstraZeneca em grávidas e cidades do Ceará interrompem vacinação.

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) recomendou a suspensão imediata do uso da vacina contra a covid-19 da AstraZeneca/Fiocruz para mulheres gestantes. A orientação está em nota técnica emitida pela agência. Cerca de 22 estados alteraram a vacinação deste grupo contra a Covid.

As cidades de Sobral e Pindoretama, no interior do Ceará, suspenderam a vacinação de gestantes com comorbidades nesta terça-feira (11), após a recomendação.

Já a cidade de Cariré, adiou a vacinação desse público, prevista para começar nesta terça.

As gestantes fazem parte da 3ª fase da vacinação contra Covid-19 no Estado. A Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa) aguarda a nota oficial do Programa Nacional de Imunizações (PNI) do Ministério da Saúde.

Já em Fortaleza, segundo a Secretaria Municipal de Saúde (SMS), a nova recomendação não vai impactar o esquema de vacinação das gestantes na cidade, já que esse grupo recebe os imunizantes da Pfizer, que é aplicada somente na Capital, por questões de logística no transporte e armazenamento.

Giro Esportivo na Liderança de segunda a sexta as 10:30
Giro Esportivo na Liderança de segunda a sexta as 10:30

Recomendação.

A orientação da Anvisa é que a indicação da bula da vacina AstraZeneca seja seguida pelo Programa Nacional de Imunização (PNI), do Ministério da Saúde A decisão é resultado do monitoramento de eventos adversos feito de forma constante sobre as vacinas contra a covid-19 em uso no país.

A vacina vinha sendo usada em gestantes com comorbidades. Agora, só podem ser aplicadas nas grávidas a CoronaVac e a vacina da Pfizer.

Fonte:Ceara Agora/MBCnews