Ceará:Polícia Civil investiga suspeita de superfaturamento em Fortaleza e Maracanaú

Após a Polícia Federal fazer operação contra a Prefeitura de Fortaleza para apurar denúncias de superfaturamento nos gastos do combate à Covid-19, a Polícia Civil desencadeou investigação da mesma natureza no Hospital Municipal de Maracanaú e no Hospital da Mulher, na capital cearense. Motivo: suspeita de fraudes na aquisição de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs).

Nove mandados de busca e apreensão estão sendo cumpridos: dois são nos hospitais, quatro em empresas e três nas residências dos proprietários dessas empresas.

Em tempo

As firmas investigadas que teriam vendido EPIs superfaturados às prefeituras de Fortaleza e Maracanaú são Panorama Distribuidora de Medicamentos, Superfio Ltda, Central das Fraldas e GB Distribuidora.

Em tempo II

A Operação Alcateia foi desencadeada pela Polícia Civil através da Delegacia de Combate à Corrupção (Decor).

Em tempo III

A Civil do Ceará só agiu após a PF ter feito ação em Fortaleza para coibir corrupção.

Fonte: Ceara News 7