Carta de anuência: MDB confirma desfiliação de vereador de Tauá

O Presidente do MDB do Ceará, ex-senador Eunício Oliveira assinou Carta de Anuência para a desfiliação do vereador Dr. Edyr Cavalcante Mota Dias dos quadros do partido no município de Tauá. O documento foi expedido ainda em agosto do ano passado, poucos dias após o MDB mudar de comando no município.

Com a liberação, Dr. Edyr pediu desfiliação do MDB em meados do mês de outubro de 2019, informou o Presidente do MDB de Tauá, Dr. Ronaldo César, ao Blog do Wilrismar. O parlamentar buscará abrigo em outra sigla para a disputa das eleições municipais de 2020.

Na última segunda-feira, 20, o vereador oficializou a condição de pré-candidato à Prefeitura de Tauá com o apoio do Dep. Audic Mota, em pronunciamento na Tribuna da Câmara Municipal, mas não tratou da questão partidária.

Partido Progressista

O PP poderá ser o destino do vereador Dr. Edyr, já que parte do grupo do Dep. Audic Mota, já se filiou a sigla, que atualmente é presidido em Tauá por uma assessor do Deputado, no caso, o agrônomo Dr. Francisco Barroso. Uma filiação ao PSB não seria recomendável porque em Tauá, a sigla é comandada pelo Dep. Federal Dênis Bezerra e presidido por outro pré-candidato a Prefeito, o ex-secretário de Saúde da gestão Carlos Windson, Dr. Joel Campos.

MDB

O partido tem outros dois vereadores filiados em Tauá, Chico Neto e Argentino Filho, que também poderão deixar o partido durante a “janela partidária” a ser aberta no mês março, permitindo a mudança sem risco de perda de mandato.

Dr. Ronaldo César disse que “até agora os dois vereadores não procuraram a sigla para pedir carta de anuência ou comunicar a permanência”.

Repórter Wilrismar Holanda