Brasil : Com negócios a R$ 298, preços da arroba do ” boi ” podem ter atingido limite, diz Safras.

O mercado físico do boi gordo encerra a semana apresentando preços firmes em grande parte do país. Aparentemente, o teto deste movimento de alta foi alcançado, destaca a consultoria Safras & Mercado. No entanto, a situação das escalas de abate não apresentou significativo avanço, salvo uma ou outra exceção, comenta o consultor de Safras, Fernando Henrique Iglesias.

“A oferta restrita impossibilita que os frigoríficos exerçam uma pressão mais efetiva sobre o mercado. Basicamente, resta a alternativa de trabalhar a capacidade de abate, mitigando os efeitos do encarecimento da matéria-prima”, afirma. Segundo ele, a demanda doméstica limita movimentos ainda mais robustos de alta do boi gordo.

Em São Paulo, Capital, a referência para a arroba do boi ficou a R$ 298 a arroba, contra R$ 296 a arroba na quinta-feira . Em Goiânia (GO), a arroba teve preço estável de R$ 290.

Já em Cuiabá, a arroba ficou indicada em R$ 280 no comparativo com R$ 278 do dia anterior. Em Uberaba, Minas Gerais, os valores chegaram a R$ 293, contra R$ 290.

Com os preços da arroba ,Os ficaram nesse patamar nos frigorificos. Corte traseiro foi precificado a R$ 20,80, por quilo. Ponta de agulha segue no patamar de R$ 15,50, por quilo. Corte dianteiro também foi cotado a R$ 15,50, por quilo.

Fonte: Canal Rural/ MBCnews
Mais Informações acesse: momcanews.com