Árbitro é condenado a 15 meses de prisão na Sérvia após marcar pênalti inexistente

Os tribunais da Sérvia condenaram um árbitro de futebol a 15 meses de prisão por conta de uma marcação considerada como incorreta numa partida entre os clubes Spartak e Radnicki, em 2018.

A Câmara Anticorrupção do Tribunal Superior de Novi Sad considerou que o árbitro Srdjan Obradovic agiu de má fé e tentou favorecer o Spartak, time da casa na ocasião, marcando uma penalidade inexistente durante o jogo.

Obradovic foi denunciado por “abuso de poder” e, além da condenação e do pedido de prisão, também está suspenso de suas funções como árbitro da federação sérvia por dez anos.

Fonte: TNT Sport/MBCnews