Vice toma posse após afastamento de prefeito de Quixadá

Tomou posse do cargo de prefeito de Quixadá João Paulo de Menezes Furtado, antes vice de Ilário Marques, prefeito afastado após operação do Ministério Publico do Estado do Ceará (MP-CE) que investiga crimes de falsidade e desvio de dinheiro público relativos ao serviço de coleta de resíduos sólidos no município.

A operação “Fiel da Balança”, do Ministério Publico do Estado do Ceará (MP-CE), cumpriu, na quinta-feira (16), mandados de busca e apreensão nas comarcas de Fortaleza e Quixadá. Foi determinado afastamento do prefeito e de secretários do município.

Em nota, a Prefeitura de Quixadá se posicionou afirmando que a denúncia do Ministério Público Estadual baseia-se só e tão somente em depoimentos de um empresário, que, segundo a nota, teve “interesses particulares contrariados” e “criou uma fantasiosa história com ilações e conjecturas de fatos absurdos e descabidos”. O G1 procurou o empresário citado pela Prefeitura, Ernani Junior, mas as ligações não foram retornadas.

Segundo o MP-CE, foi determinada pelo Poder Judiciário a quebra dos sigilos fiscal e bancário dos investigados. A decisão judicial foi assinada pelo desembargador Francisco Lincoln Araújo e Silva.

Os mandados de busca e apreensão foram cumpridos na sede da Prefeitura de Quixadá, em residências de agentes públicos e privados e na sede de uma empresa de locações e construções.

Participaram também da operação a Procuradoria dos Crimes contra a Administração Pública (Procap), com auxílio do Núcleo de Investigação Criminal (Nuinc), Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas (Gaeco) e Promotorias de Quixadá – com apoio da Polícia Civil.