Tribunal Regional Eleitoral nega recurso da Coligação Muda Tauá contra Patrícia Aguiar, Edmilson Bastos e vereadores

O Tribunal Regional Eleitoral negou por unanimidade na sessão desta terça-feira, 03, o Recurso Eleitoral Nº 9018/2016, contra a decisão da Juíza Eleitoral da 19ª zona, Dra. Giselli Lima, que no dia 15 de março de 2017, julgou improcedente uma Ação Judicial de Investigação Eleitoral, promovida pela Coligação Muda Tauá, contra o então prefeito de Tauá, Dr. Júlio César Rêgo, a Secretária de Saúde, Ademária Temóteo e os candidatos majoritários, Patrícia Aguiar e Edmilson Bastos, além dos candidatos a vereador nas eleições de 2016, Felipe Viana, Cláudio Régis, Ronaldo Filho, Marco Aurélio e Williana Bezerra.

A ação foi protocolada no dia 23 de agosto de 2016 durante a campanha eleitoral acusando-os de abuso do poder econômico e político, além de transgressões eleitorais.

Instrução

A Juíza Eleitoral realizou toda a instrução do processos e ouviU vários depoimentos de testemunhas arroladas pelas partes. Ao final, julgou pela improcedência da ação devido a falta de provas do que foi denunciado pela Coligação Muda Tauá.

Recurso

Não satisfeita, a Coligação Muda Tauá, representada pelo prefeito Carlos Windson, recorreu ao Tribunal Regional Eleitoral, que na sessão de ontem(03/07), seguindo o entendimento do relator do processo, o juiz Francisco Eduardo Torquato Scorfava, por unanimidade, manteve a decisão da Juíza Eleitoral da 19ª na época, Dra. Giselli Lima.

Fonte: site TREce