REDES SOCIAIS: Polícia e Ministério Público investigam supostas ameaças de atentados a escolas do Ceará

Policia investigar possível ataques a escola do ceará

Um jovem está preso no interior do Estado e um BO foi feito para apurar um caso em Fortaleza

Giro Esportivo "O Melhor Programa de Esporte do Radio"
Giro Esportivo “O Melhor Programa de Esporte do Radio”

O Ministério Público do Ceará (MPCE) e a Polícia Civil estão apurando duas ameaças de atentados a escolas públicas no Estado – uma em Fortaleza e outra em Freicheirinha, na Região Norte. Como as ameaças ainda estão em fase de investigação, O POVO não publica os nomes das escolas e dos suspeitos

No caso de Freicheirinha, a Polícia prendeu um jovem de 25 anos e apreendeu um adolescente que, depois, foi liberado pois não foi comprovada ligação dele com a ameaça contra a escola. As ameaças foram detectadas por mensagens nas redes sociais.

O jovem, que é ex-aluno da escola, combinava com um estudante o suposto ataque. O diálogo mostra como seria feita a possível escolha das vítimas. Os dois também discutiam a possibilidade de serem notícias na imprensa após o suposto ataque.

A existência dos diálogos foi comunicada ao MPCE, que pediu uma busca e apreensão na casa dos dois suspeitos. O adulto permanece preso.

Kariri da Sorte ,Fazendo muita gente feliz.
Kariri da Sorte ,Fazendo muita gente feliz.

Em Fortaleza, um Boletim de Ocorrência foi feito contra uma suposta ameaça a escola pública, também detectada nas redes sociais. Por precaução, o Ministério Público está acompanhando a apuração do caso.

Fonte: O Povo Oline