Rede Sustentabilidade divulga nota de repúdio a Ciro Gomes

A Rede Sustentabilidade divulgou, nesta sexta-feira (20), uma nota de repúdio ao presidenciável Ciro Gomes (PDT), que, em mais uma declaração machista, afirmou que o momento político brasileiro exige “muita testosterona”. O compartamento do ex-ministro relembrou sua famigerada declaração sobre sua ex-mulher Patrícia Pillar, que Ciro afirmou só servir para “deitar na cama com ele”.

Confira a nota:

A Rede Sustentabilidade Ceará vem a público repudiar as declarações que o pré candidato a presidência pelo PDT, Ciro Gomes, fez a Porta Voz Nacional da REDE, Marina Silva, ontem durante um almoço com empresários na FIRJAN, no Centro do Rio de Janeiro. Ciro inicia sua fala informando que não vê Marina com apetite de ser candidata, com esta afirmativa, Ciro parece desconhecer a própria lei eleitoral que proíbe a realização de propagandas eleitorais antecipadas, e que o momento é de uma análise profunda dos diversos problemas enfrentados pelo país, para que seja elaborado um Programa de Governo capaz de apontar as reais saídas para tais problemas.

Na sequência, Ciro culmina com uma afirmativa desastrosa afirmando que “o momento é de muita testosterona”, uma declaração preconceituosa que merece todo o nosso repudio, traçada de características de cunho machista e completamente divergente das campanhas mundiais de incentivo ao ingresso da mulher na política. Sim, Ciro, o momento é muito agressivo, e esta é mais uma razão para termos Marina como presidenciável, pois ela tem equilíbrio e resiliência, além de admirada e premiada internacionalmente, atributos estes que faltam na maioria dos que se colocam como pré-candidatos.

A REDE Ceará lamenta este fato e espera a hombridade de Ciro em rever seu posicionamento. E assim, nos solidarizamos a Marina e a todas as mulheres, ratificando que a REDE tem a plena convicção da importância que as mulheres podem dar para a ampliação da democracia de forma a melhorar a qualidade da política brasileira.

Lugar de mulher é onde ela quiser! E se ela quiser, e os eleitores também, na Presidência da República.

Fortaleza-CE, 20 de Outubro de 2017

Mombacanews.scom/Ceara News