Rede Globo: Mauro Naves é demitido após 31 anos.

Jornalista se desligou da emissora após envolvimento no caso de estupro contra o jogador Neymar.

O repórter Mauro Naves foi desligado da Rede Globo após 31 anos na emissora. O principal motivo da saída foi o envolvimento do jornalista na denúncia de estupro contra o jogador Neymar, no qual o profissional participou do caso antes da informação se tornar pública. A empresa lançou nota agradecendo os serviços prestados.

“O Grupo Globo e o jornalista Mauro Naves decidiram encerrar consensualmente o contrato de prestação de serviços que mantinham. O Grupo Globo reconhece a imensa contribuição de Mauro Naves ao jornalismo esportivo e a ele agradece os 31 anos de dedicação e colaboração”.

A acusação da emissora é de que o repórter passou o contato do pai de Neymar para um dos advogados da Najila Trindade, modelo que denunciou o atleta. Para a Rede Globo, a conduta de Mauro Naves evidencia uma interferência do profissional no caso, algo que viola as regras de conduta dos profissionais da empresa.

CARREIRA – Com 60 anos, Mauro Naves entrou na Globo em março de 1987. Iniciou a carreira em Brasília e depois migrou para a sede da emissora, em São Paulo. Considerado um dos principais repórteres da cobertura esportiva, acompanhava os jogos da seleção brasileira e do Corinthians, além de algumas corridas de Fórmula 1.