Quixadá: Profetas da chuva indicam que Ceará deve ter boa quadra chuvosa em 2020

Quem coleciona anos de observação da natureza diz que 2020 será um bom ano de chuvas no Ceará. No 24º encontro dos profetas da chuva, ocorrido entre sexta-feira (10) e sábado (11) em Quixadá, no Sertão Central, foram debatidos os sinais do ambiente que deve receber um abastecimento favorável de água. Entre os fatores analisados estão o ângulo dos ventos e comportamentos dos bichos e das plantas.

As opiniões positivas partem da interpretação que o meio ambiente se prepara para as chuvas. Um exemplo disso, como afirma o agricultor José Felipe dos Santos, é que as aves se protegem do aumento do nível da água. “Tem um pássaro chamado de lavadeira, que é criado na beira do açude, esse é o que tem a experiência. Quando o inverno é fraco ele faz o ninho bem baixinho, quando vai ser um ‘aguaceiro’ ele faz o ninho lá no alto”, esclarece.

José Felipe, desde a adolescência, encontra outras formas de descobrir se a quadra chuvosa, comumente chamada de inverno, será boa. Uma delas é analisar o pôr do sol no dia 18 de outubro de cada ano. “O sol está alvo, escamado e como ‘neve de chuva’. Se ele estivesse limpo, sem nenhuma nuvem aí não tinha inverno”, explica sobre o método. Ele garante que o último registro foi positivo.

Já o profeta Erismar Silveira busca no colorido das plantas o indício das chuvas. “O flamboyant está florando, está pouco, mas vai encher porque tem os frutos. Se vai florir é porque vai ter chuva na quadra invernosa todinha”, conta. Ele avalia que em alguns meses a chuva deve ser bem mais intensa do que em outros, mas que as precipitações devem ir além do período esperado, entre fevereiro e maio.

As tentativas de adiantar o resultado da quadra chuvosa vem da importância que as chuvas representam para o interior do Estado. No encontro de profetas da chuva, muitos agricultores decidem como será feita a plantação.

Registros

No último encontro os profetas indicaram que o período de sete anos de seca no Ceará iria acabar. Em 2019, a quadra chuvosa foi a terceira melhor registrada no Estado nos últimos 20 anos, com registro de volume de chuva em cerca de 671.9 mm, conforme dados da Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme).

Site: Diário do Nordeste