Quixadá: Maioria dos vereadores renega sua função e votam favor do prefeito afastado sob suspeita de corrupção

A sessão mais movimentada da Câmara Municipal de Quixadá dos últimos anos, aconteceu na manhã desta quarta-feira (21). É que os vereadores votaram se seria procedente ou não uma denúncia para apurar infrações político-administrativas, com pedido de impeachment. Os atos foram cometidos pelo prefeito afastado por comandar suposto esquema de corrupção, Ilário Marques (PT).

A votação foi nominal e aberta e a maioria dos vereadores renegou o seu papel de fiscalizador dos atos do Executivo e votaram pelo não, ou seja, o Legislativo não irá apurar a denúncia feita pela advogada Flávia Regina Cabral.

Votaram a favor do recebimento da denúncia para investigação e o possível impeachment de Ilário Marques (PT) os vereadores Renê Matias, Cabo Marlim, Evaristo Oliveira, Luiz do Hospital, Marcelo Ventura, Louro da Juatama e professor Damasceno.

Vereadores que votaram a favor do prefeito afastado :Ivan Construções,
Laércio Oliveira , Iranildo Bacurim , Jéssica Severo ,César Augusto ,Neto do Custódio ,Zé Maria da Art Vidro ,Rosa Buriti ,Denis Dutra .

Fonte: Monolitos post/Mombacanes.com