Presidenciáveis faz Promessas na Reta Final da Campanha Eleitoral

O candidato do PSL à Presidência da República, Jair Bolsonaro, escreveu no Twitter no início da manhã deste sábado (6) que é preciso “pegar pesado” no combate ao crime.Bolsonaro tem priorizado a campanha nas redes sociais neste final de primeiro turno. A eleição está marcada para domingo (7).

O candidato do PT à Presidência da República, Fernando Haddad, afirmou neste sábado (6) que se eleito vai propor uma mudança na legislação para que a Polícia Federal (PF) passe a coordenar todas as demais polícias do país.Haddad deu a declaração durante entrevista a jornalistas em Feira de Santana, no interior da Bahia, onde participou de carreata com apoiadores

O candidato do PDT à Presidência, Ciro Gomes, participou de uma carreata em Fortaleza na manhã deste sábado (6). Ele falou com a imprensa e, a um dia da votação do primeiro turno, disse que o país precisa encontrar o “caminho do equilíbrio”também falou que o Brasil tem necessidade de paz e diálogo.

O candidato do PSDB à Presidência, Geraldo Alckmin, fez uma caminhada com apoiadores em Bauru (SP) neste sábado (6). Em entrevista a jornalistas, o tucano disse que se eleito fará o salário mínimo “crescer acima da inflação”.Alckmin escolheu o estado de São Paulo para fazer campanha na véspera das eleições deste domingo (7). Ainda neste sábado, o presidenciável vai para a capital paulista, onde visitará uma estação de metrô.

A candidata da Rede à Presidência da República, Marina Silva, disse neste sábado (6) que um presidente tem de governar para todos, sem excluir negros, indígenas, mulheres e população LGBT.A presidenciável deu a declaração em Rio Branco, capital do Acre. Marina escolheu o estado onde nasceu para fazer o ato de encerramento da campanha

Fonte; G1 /Mombacanews.com