Prefeito interino começa a fazer um “limpa” na prefeitura e dar uma cara nova à gestão

O chefe do Executivo quixadaense, empossado na última sexta-feira (17), João Paulo de Meneses começou a dar uma nova cara à gestão e na manhã desta terça-feira (21) deu início ao processo de exoneração dos cargos de confiança mantidos pelo gestor afastado por decisão judicial cumprida pela operação “Fiel da balança”.

Logo nas primeiras horas da manhã, o coordenador de Comunicação, Italo Beethoven, que já respondeu processo por estelionato, foi exonerado do cargo. Ele era um dos homens de maior proximidade e confiança do petista Ilário Marques.

O “limpa” deve continuar, uma vez que o novo prefeito demonstra que irá exonerar todos os secretários e auxiliares. Aos amigos mais próximos, João Paulo afirma que pretende fazer uma gestão inovadora e progressista, retirando do poder pessoas com cargos mantidos pela politicagem da gestão petista e nomeando gente nova, com perfil técnico.

Além disso, a nova gestão irá fazer auditoria nas contas públicas e nas licitações realizadas pelo prefeito afastado, já que o afastamento se deu por desvio de verbas oriundas de contratos da limpeza urbana do município. O prefeito interino quer analisar a real situação do município.

O clima dos funcionários contratados, comissionados e terceirizados é de apreensão, pois a maioria deles era aliado de Marques e ocupavam as vagas dos concursados que foram aprovados no certame anulado por Ilário tão logo assumiu a Prefeitura, em 2017. Em relação à população, os quixadaenses respiram ar de boas novas.

Fonte : monolitos Post