População de Iguatu recebeu nova sede da Escola de Ensino Médio Maria Dauréa Lopes

Foi com uma grande alegria que estudantes e professores receberam, na manhã desta quinta-feira (10), a nova sede da Escola de Ensino Médio Maria Dauréa Lopes, da rede pública do Governo do Ceará. Localizada no distrito José de Alencar, em Iguatu, o espaço recebeu investimento de R$ 4,6 milhões para construir, equipar e mobiliar, provenientes dos governos Federal e Estadual. O governador Camilo Santana participou da solenidade ao lado do secretário da Educação, Rogers Mendes.
“A gente compreende que para melhorar a vida das pessoas o caminho é a educação. Toda quinta-feira tenho inaugurado um equipamento na área. Hoje nós estamos aqui em Iguatu entregando uma bela escola que não deixa a desejar a nenhuma particular. É uma escola moderna, com laboratórios, toda equipada, com ginásio, biblioteca, computador. Isso é que vai fazer a diferença para essa geração que quer um futuro melhor. Não tem nenhuma inauguração que me dê mais satisfação e estímulo”, destacou o chefe do Executivo estadual.
A nova unidade oferece uma estrutura adequada para o ensino e a aprendizagem, com seis salas de aula, que têm capacidade de atender até 270 alunos em cada um dos três turnos. A escola dispõe ainda de biblioteca, laboratórios de Informática e de Ciências (Química, Biologia, Física e Matemática), sala para o grêmio estudantil e quadra poliesportiva. A obra foi acompanhada pela Secretaria de Infraestrutura do Estado (Seinfra), por intermédio do Departamento de Arquitetura e Engenharia (DAE).

O Ceará vem se destacando nacionalmente pelos bons resultados que vem obtendo nos últimos anos na educação. Rogers Mendes enfatiza que, além da infraestrutura que está sendo oferecida aos alunos, o modelo educacional também tem feito a diferença. “O Ceará tem uma marca importante a manter, que é referência no Brasil, justamente por ter foco na educação. Na estrutura física a gente vem mantendo o ritmo de autorização de novas construções e entregando à população novos equipamentos. Na outra frente, a gente tem o investimento pedagógico com um forte projeto de desenvolvimento e competência socioemocionais. Uma estrutura como essa só amplia as oportunidades dos estudantes”, concluiu o secretário.
Mais oportunidades

A escola atende em sua maioria alunos provenientes da zona rural. Segundo a diretora da escola, Geneglaudia Holanda, a estrutura antiga funcionava desde 2009 em outro local na sede do distrito de José de Alencar, porém, com poucas condições. Agora, ela acredita que a nova sede permitirá que todos desempenhem de maneira satisfatória suas funções. “Pra gente é a realização de um grande sonho. Aqui a gente tem espaço para desenvolver com êxito todas as atividades laboratoriais, esportivas. É um sonho para os professores, alunos e comunidade”, disse a diretora.

Projetos
A escola desenvolve projetos como o Professor Diretor de Turma, que busca evitar a evasão escolar; o Núcleo de Trabalho, Pesquisa e Práticas Sociais (NTPPS), que visa ao desenvolvimento pessoal dos estudantes; a célula de aprendizagem cooperativa; o círculo de leitura, além de atividades relacionadas ao projeto Enem Chego Junto, Chego Bem.
A EEM faz parte da Coordenadoria Regional de Desenvolvimento da Educação (Crede) 16, sediada em Iguatu. A rede estadual na região conta com 18 escolas, sendo 10 de Ensino Médio Regular; quatro de Educação Profissional; três de Ensino Médio em Tempo Integral; um Centro de Educação de Jovens e Adultos (Ceja).

Fonte:Governo do estado