PISTOLEIRO – Foragido do Ceará é morto em confronto com a polícia após roubar ambulância no RN

Um homem que já esteve na lista entre os mais procurados do Ceará foi morto na manhã desta segunda-feira (16), em confronto com a Polícia Militar do Rio Grande do Norte após roubar uma ambulância. A troca de tiros aconteceu no município cearense de Russas, após perseguição.
Conforme a Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), o suspeito foi identificado como José Delano Diógenes, de 40 anos, foragido desde junho deste ano da Casa de Privação Provisória de Liberdade Professor Jucá Neto, CPPL 3, em Itaitinga.

De acordo com a Secretaria de Segurança, José Delano, junto com comparsas, roubou um veículo Corolla no município de Mossoró e teve início uma perseguição policial contra o suspeito. O criminoso seguiu em fuga em direção ao território cearense em outro carro que roubou no caminho, um Voyage, e, durante o trajeto, na cidade de Baraúna (RN), se envolveu em um acidente.

Segundo a delegacia de Baraúna, uma ambulância chegou ao local para prestar socorro e José Delano, armado com um fuzil, rendeu o motorista e também tomou o veículo de assalto, continuando a fuga e efetuando disparos contra os policiais.
Já no Ceará, em Russas, os PMs potiguares revidaram os disparos e o suspeito foi atingido. Ele ainda foi encaminhado para o hospital da cidade, mas já chegou à unidade sem vida.

Ainda conforme a SSPDS, com Delano, a Polícia Civil cearense apreendeu um fuzil calibre 556 e várias munições. Os procedimentos sobre a apreensão da arma e a guia cadavérica do suspeito, bem como as informações sobre possíveis comparsas do criminoso foram feitos na delegacia de Russas, mas serão encaminhados à Polícia Civil do Rio Grande do Norte, que vai dar continuidade às investigações.

Delano havia sido preso pela última vez em junho de 2014, em um shopping de Mossoró, no Rio Grande do Norte, durante uma operação conjunta das polícias potiguar e cearense. Ele era membro de uma facção criminosa e fazia parte de uma quadrilha de pistoleiros que atuava na Região do Jaguaribe. Ele respondia a diversos assassinatos no Ceará, entre eles, o do também pistoleiro Idelfonso Maia Cunha, o “Mainha”, em janeiro de 2011, na cidade de Maranguape.

Fonte: Pinheirinho Net /Mombacanews.com