PF faz busca e apreensão no Ceará em apartamento de ex-ministro do STJ

Cezar Asfor Rocha, na época presidente do STJ, é acusado de receber propina para anular operação “Castelo de Areia” que investigava desvios de recursos públicos pela construtora Camargo Correia.

Polícia Federal faz busca e apreensão no Ceará em apartamento de ex-ministro e ex-presidente do STJ. Durante as buscas, às 6:00 da manhã em seu apartamento na Av. Beira Mar, a Polícia Federal já investigava o pagamento de propina ao ex-ministro cearense do Supremo Tribunal de Justiça Cezar Asfor Rocha, acusado de receber propina para anular a operação “Castelo de Areia” que investigava desvios de recursos pela construtora Camargo Correia e pagamento de propina ao PT, ministros e políticos.

As diligências também foram feitas no escritório do ex-presidente do STJ. No total são cumpridos quatro mandados de busca e apreensão em São Paulo e Fortaleza, baseados na delação do ex-ministro Palocci em parceria com o MPF.

A “Castelo de Areia” foi deflagrada, na época, em 2009 e apurava os crimes de fraude à licitação, corrupção e lavagem de dinheiro, praticados por donos da construtora Camargo Corrêa e políticos, para obtenção de contratos públicos.

O ex-ministro Cezar Asfor Rocha, na época então presidente do STJ, suspendeu a ação ao aceitar um habeas corpus em janeiro de 2010. Palocci acusa o ex-ministro cearense e ex-presidente do STJ, de receber propina para anular o processo.

Fonte: Revista Ceará