PDT cobra de Ciro Gomes ponderação após xingamento contra membro do MP

De acordo com o jornal Folha de S. Paulo, dirigentes do PDT pediram a Ciro Gomes para ser mais ponderado, a partir de agora, nas críticas em público. A cobrança se dá após o presidenciável xingar de “filho da puta” integrante do Ministério Público que solicitou abertura de inquérito contra o pedetista por injúria racial.

Ciro não sabia, mas a autorização para abertura da investigação partiu de uma mulher. A repercussão nas redes sociais foi negativa, e aliados do presidenciável estão preocupados com o impacto do xingamento nas alianças que estão sendo formadas em torno dele. Nesta quarta-feira, DEM, PP e Solidariedade, conhecidos como partidos do “centrão”, se encontraram para discutir aliança com o pedetista.

A investigação contra Ciro Gomes foi aberta pelo Ministério Público de São Paulo, após o presidenciável chamar Fernando Holiday (DEM-SP), ligado ao MBL, de “capitãozinho do mato”, em entrevista à Jovem Pan. O MP-SP não divulgou o nome de quem autorizou a abertura do inquérito.