Palmeiras descarta Guerrero e prepara desmanche no ataque para 2020

O Palmeiras quer esquecer a temporada 2019 e começa a observar o próximo ano de perto. Muito longe da conquista do título brasileiro deste ano, uma vez que está há dez pontos de distância para o líder Flamengo, faltando seis rodadas para o final do campeonato, o Alviverde deve mesmo terminar a temporada sem títulos, o que coloca o elenco atual sob pressão. Por conta disso, alguns nomes, principalmente do sistema ofensivo, devem deixar o clube.

De acordo com Osvaldo Pascoal, comentarista dos canais FOX Sports, o Verdão deve se desfazer de três nomes do comando de ataque: Deyverson, Borja e Henrique Dourado não devem seguir no clube. Com a chegada de Luiz Adriano ao Palmeiras, nome que caiu bem no ataque da equipe, os demais nomes se tornaram opção no banco de reservas.

Pascoal ainda explicou, durante o Debate Final, que Paolo Guerrero não é o nome procurado pelo Palmeiras no momento. A informação vinda do Rio Grande do Sul foi desmentida pelo comentarista, que apurou com pessoas ligadas à diretoria palmeirense. O peruano não chama a atenção da cúpula alviverde, que corre atrás de um outro nome de peso para competir com Luiz Adriano como peça-chave do setor de ataque da equipe em 2020.

Contratação mais cara da história do clube, o centroavante Miguel Borja vive um dos piores momentos da frustrante passagem pelo Palmeiras. Recentemente, houve uma discussão envolvendo o seu empresário e o técnico Mano Menezes. O próprio centroavante respondeu e disse que ‘sempre que entrar em campo, levará na alma as críticas recebidas por Mano’, que disse que ‘Borja não tinha legado’ antes de chegar ao clube.

Deyverson é ‘persona non grata’ pelos torcedores do Palmeiras. Peça-chave no título brasileiro de 2018, o centroavante causa ira em boa parte da torcida por conta da deficiência técnica. A gota d’água para muitos foi a péssima exibição no segundo tempo da partida contra o Grêmio, na eliminação ainda nas quartas de final da Libertadores, no Pacaembu.

Henrique Dourado chegou sem custos ao clube. O brasileiro se recuperou de uma grave lesão na perna sofrida no futebol chinês e foi apresentado como reforço para o segundo semestre. Porém, o atacante recebeu poucas oportunidades e não deve seguir no Brasil, uma vez que retorna ao país asiático ao término do Campeonato Brasileiro.

Font: Fox Esporte