Mombaça: Suspeitos de aplicar golpes bancários são presos pela Polícia Civil

Central FM 102,9 de Mombaça no Ceará para o Mundo.

A Polícia Civil do Estado do Ceará, por meio da Delegacia Municipal de Nova Russas, prendeu um trio suspeito de aplicar golpes bancários em diversas cidades do Ceará. Dois homens e uma mulher, que já vinham sendo investigados, foram presos em flagrante no Centro de Nova Russas, na manhã dessa quinta-feira (27). De acordo com as investigações, o grupo já tinha aplicado o golpe nas cidades de Crato, Orós, Milhã, Independência, Mombaça, Crateús, Juazeiro do Norte, Nova Russas, Pedra Branca e Senador Pompeu.

Maria do Carmo Ferreira Alves Soares, 59 anos e Eurides Alves de Oliveira, 54 anos, que são irmãos e possuem antecedentes por estelionato e furto, acompanhados de Francisco Welhos Martins da Silva, 33 anos, sem antecedentes, foram capturados com diversos cartões bancários de terceiros, anotações com nomes de cidades onde pretendiam agir e comprovantes de transações bancárias, além de uma quantia em dinheiro.

O grupo estava no bairro Centro, em Nova Russas, pronto para aplicar mais um golpe, quando o funcionário de um comércio percebeu que o trio estava assediando pessoas que estavam no serviço de correspondente bancário. Uma equipe da Delegacia Municipal de Nova Russas foi acionada para o local e realizou a prisão dos três integrantes.

Segundo as investigações, encabeçadas pelo delegado Francisco Jailton, a prática delituosa consistia em Maria do Carmo abordar uma pessoa que estava na fila, em geral, pessoas humildes, com o pretexto de auxiliar a fazer o saque de algum beneficio do Governo. A pessoa aceitava o auxilio e a estelionatária, que já tinha outro cartão do mesmo banco, fazia troca. Durante a aplicação do crime, a suspeita decorava a senha e, posteriormente, anotava em um papel. Com cartão e senha em mãos, ela se dirigia para um caixa e efetuava o saque. Se não tivesse valor disponível, o grupo realizava empréstimos ou outras transações bancárias. O Veículo que era utilizado pelo trio foi apreendido.

Ainda de acordo com os levantamentos, Eurides Alves ficava próximo aos locais bancários observando as pessoas que iriam utilizar o serviço. Welhos Martins era o motorista do grupo e ficava aguardando a dupla para prosseguir para os saques ou próximos delitos. Três boletins de ocorrência já tinham sido registrados na Delegacia municipal e o grupo vinha sendo investigado há um mês. Os suspeitos confessaram que tinham atuado em Orós, Milhã, Independência, Crateús e Nova Russas, mas as investigações apontam que o número de cidades e vítimas é bem maior. “Encontramos um caderno com uma rota que o grupo vinha fazendo”, afirma o delegado. O trio é de Juazeiro do Norte.

As investigações continuarão com o intuito de identificar e prender outros envolvidos no esquema, além de ouvir e procurar outras vítimas dos suspeitos.

Fonte: Monolitos Post