Mercado da Bola: Ceará negocia contratação do goleiro Jean, acusado de agressão à esposa

Em dezembro, Jean foi preso por ter sido acusado de agressão pela esposa, Milena Benfica, que o denunciou por tê-la espancado enquanto eles passavam férias, nos Estados Unidos

Na busca por um goleiro para 2020, o Ceará tem interesse na contratação de Jean, do São Paulo. O Diário do Nordeste apurou que o Alvinegro negocia o acerto com o arqueiro de 24 anos, que recentemente foi acusado e preso por agressão à esposa. O caso teve com repercussão internacional.

A reportagem apurou que a transferência, caso seja concretizada, deverá ocorrer por empréstimo e o São Paulo, atual clube do atleta, deve arcar com parte dos salários do jogador.

Em dezembro, Jean foi preso por ter ser acusado de agressão à esposa, Milena Benfica, que o denunciou por espancamento enquanto eles passavam as férias em Orlando com as duas filhas.

Através de vídeos publicados por meio da rede social, Milena mostrou o rosto desfigurado. Ele foi detido pela polícia norte-americana e pré-sentenciado por acusação de violência doméstica, mas acabou sendo liberado dias depois sem necessidade de pagamento de fiança e retornou ao Brasil.

De acordo com o site Globoesporte.com, a decisão foi baseada na promessa de Jean em comparecer perante o tribunal em audiências futuras e em se comprometer a não se envolver em outras ações ilegais.

PROCESSO NOS EUA

Apesar de ter sido solto, Jean continuou a ser processado na Flórida, nos Estados Unidos, pelo crime de violência doméstica. Ele também terá que manter distância de Milena, por determinação do tribunal. A Justiça permitiu que ele mantenha contato com as filhas, mas apenas sob supervisão de terceiros.

O São Paulo definiu que rescindiria contrato com Jean. Através de nota oficial, o clube afirmou que “não tolera e não admite episódios como os que foram noticiados hoje, de violência contra a mulher”.

Natural de Salvador e revelado no Bahia, Jean Paulo Fernandes Filho foi contratado pelo Tricolor Paulista em 2017 por cerca de R$ 10 milhões. Desde então, atuou em somente 19 jogos pelo clube e tem sido reserva desde a chegada de Tiago Volpi.