MEC corta verba de R$ 450 mil e estudantes do IFCE de Tauá protestam na Câmara Municipal

Câmara de Tauá

Estudantes, professores e funcionários do Instituto Federal do Ceará-Campus de Tauá, realizaram uma manifestação de protesto no final da tarde desta segunda-feira, 06, contra o corte de 30% nas verbas para a Educação anunciado pelo Governo Federal na semana passada.

Protestos no Plenário da câmara
Protestos no Plenário da câmara

Portando faixas, cartazes e palavras de ordem, a manifestação saiu no Campus do IFCE e foi encerrada na Câmara Municipal onde estava acontecendo a sessão ordinária.

O Presidente da Casa, vereador Valdemar Jr., fez a leitura de um requerimento de apoio aos manifestantes que foi assinado por todos os vereadores presentes, que se comprometeram em mobilizar a bancada federal votada na Região dos Inhamuns para trabalhar em Brasília para reverter o corte de verbas que provocará grande prejuízos na Educação do país

Giro Esportivo "O Melhor Programa de Esporte do Radio"
Giro Esportivo “O Melhor Programa de Esporte do Radio”

O professor José Alves Neto, foi convidado pelo Presidente da Câmara à usar a Tribuna do Plenário para expor a situação do Instituto Federal de Tauá com os cortes de verbas determinados pelo MEC.

Em sua fala, o Diretor disse que além das universidades federais, também estão sendo prejudicados 600 Institutos Federais espalhados pelo país. Ele esclareceu que o corte é diferente de contigenciamento e que atingirá também a Educação básica(ensino infantil e fundamental) prejudicando os alunos matriculados nas escolas municipais, diante da falta de recursos para o transporte escolar e alimentação dos estudantes.

A queda no repasse de verbas para o IFCE de Tauá será de R$ 450 mil durante o ano de 2019.