Mais um município vai pagar os precatórios aos professores e Mombaça continua sem definição.

Em Mombaça no sertão central do estado do Ceara, os professores continuam sem saber quando poderá desfrutar dos recursos dos precatórios referentes ao antigo FUNDEF, situação que vem se arrastando por vários meses e hoje esta sendo uma das principais reivindicações dos educadores no município,

Situação essa que é bem diferente no município de Crateús, na região dos Inhamuns, aonde, os professores já podem começar a planeja como iram utilizar esse dinheiro, pois os educadores já tiveram seus direitos reconhecidos..

Lá em Crateús, O Juiz da 3ª Vara da Comarca de Crateús, Dr. Marcos Aurélio Marques Nogueira, homologou na última quarta-feira (01/10), um acordo feito entre o Sindicato dos Professores da Rede Pública Municipal e a Prefeitura, e liberou um precatório no valor de R$ 31 milhões 15 mil 203 reais e 87 centavos para os professores do período agosto de 2001 a julho de 2006.

A Ação Civil Pública foi protocolada pelo Sindicato ano de 2019 e após as várias etapas, finalmente o acordo foi celebrado e o dinheiro agora será liberado.

O magistrado determinou ainda que os pagamentos deverão ser feitos por meio de depósito em conta ou folha de pagamento e que a gestão municipal apresente a prestação de contas num prazo de 30 dias

Em tempo:
Também já foram repassados pelos gestores de Acopiara e Piquet-carneiro os recursos dos precatórios para os professores desses municípios.

Em tempo II:

Aqui em Mombaça, esse assunto vem se arrastando por vários meses e, recentemente foi lançada nas redes sócias uma campanha do sindicato dos servidores e dos professores defendendo o rateio desses recursos com os proferes. Mais segundo as informações que chegaram a nossa redação, não há uma definição.

Lembramos que “portal mombacanews.com” deixa o espaço aberto para quaisquer esclarecimentos das partes envolvidas.

MBCnews
Email:jafpublicidade@hotmail.com