Lula; ‘Não gosto de alimentar expectativa’sobre ida para o semiaberto

LULA EX-PRESIDENTE

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse nesta 4ª feira (5.jun.2019) que não gosta de “alimentar expectativa” para não ter uma frustração em relação ao seu pedido de progressão de regime fechado para o regime semiaberto, no qual poderá deixar a prisão durante o dia para trabalhar.

Condenado a 8 anos, 10 meses e 20 dias de prisão na Lava Jato, o ex-presidente está preso na Superintendência da PF (Polícia Federal), em Curitiba, desde 7 de abril de 2018. Nesta 3ª feira (4.jun.2019), o MPF (Ministério Público Federal) enviou ao STJ (Superior Tribunal de Justiça) parecer no qual informa que o petista cumpriu tempo suficiente de sua pena para progredir para o regime de semiaberto.

“Eu não sei [se vou sair]. Deixa eu contar uma coisa para vocês. Eu não gosto de alimentar expectativa. Não tem nada pior para um preso do que expectativa frustrada. Quando você está livre, você marca o encontro com uma namorada ou namorado, e ele não comparece, você fica fulo da vida, vai num bar, toma uma cachaça ou um uísque e você fica normal. Mas, quando você está preso e tem uma expectativa e ela não acontece…”, disse em entrevista de 2h aos jornalistass Joaquim de Carvalho, do Diário do Centro do Mundo, e Eleonora de Lucena, do site Tutaméia.

O ex-presidente ainda rechaçou o uso de uma tornozeleira. “Tornozeleira é para ladrão e para pombo-correio. Eu não sou nem ladrão nem pombo-correio. Vamos deixar claro isso. Não venha colocar tornozeleira num homem honesto, que eu não aceito”, afirmou.

NAMORADA
De acordo com o jornalista, apesar de Lula não alimentar expectativas de sair da prisão, o petista disse que já sabe o que fazer quando for solto: se casar. A informação já havia sido divulgada pelo ex-ministro da Fazenda Luiz Carlos Bresser Pereira, em 19 de maio.

A namorada é Rosângela Silva, cujo apelido é Janja. Pelo relacionamento, o ex-presidente já usa aliança de compromisso na mão direita. Entretanto, Lula disse que não quer que ninguém sofra por estar com ele.

“Eu, se tiver chance, vou casar. Porque sempre é tempo de a gente ser feliz”, disse.

O ex-presidente também afirmou que seu maior compromisso é com o povo brasileiro.

“A pessoa que eu escolhi tem que saber que eu não troco esse compromisso que eu tenho com o povo por nada, sobretudo esse povo que está aí [na Vigília] há 1 ano e 2 meses, todo santo dia, com frio ou com calor. Sinceramente, eu não mereço isso”, disse.

Lula é viúvo. A ex-primeira-dama Marisa Letícia Lula da Silva morreu em fevereiro de 2017, aos 66 anos, após sofrer 1 AVC (Acidente Vascular Cerebral) hemorrágico provocado por 1 aneurisma.

PACTO DOS TRÊS PODERES
Lula também falou sobre o pacto que deve ser firmado entre os Três Poderes da República, estruturado pelo presidente Jair Bolsonaro. Sem citar nome, criticou o presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), ministro Dias Toffoli.

“Quando você faz uma reunião e aparece o presidente da Suprema Corte e a informação que a gente recebe é pacto é por conta das reformas, não é crível. Não é crível, como falariam alguns amigos, porque, se alguém da sociedade brasileira quiser entrar com 1 recurso contra a reforma, vai entrar na Suprema Corte. E como é que pode? Um cara que é presidente vai se sentir impedido ou não? Ele vai poder votar ou não? Então, as pessoas precisam se preservar”, disse.

BRASIL E ESTADOS UNIDOS
Lula também fez críticas à relação do Brasil com os Estados Unidos.

“Os Estados Unidos não gostaram quando nós fizemos o acordo com a França para a construção de submarino de propulsão nuclear. Não gostou quando eu demonstrei que tinha interesse em fazer a compra do caça dos franceses. E não deve ter gostado quando a Dilma comprou o dos suecos porque eles queriam vender o deles”, disse.

“Aos Estados Unidos não interessa o Brasil forte, não interessa o Brasil protagonista, não interessa o Brasil liderando a América do Sul, não interessa o Brasil tendo influência na África, não interessa a relação do Brasil com a China, muito respeitosa, com a Rússia, muito respeitosa, com a Índia. Não interessa”, completou.

fONTE: PODER 360