Luís Eduardo Girão renuncia ao cargo de presidente do Fortaleza

O presidente do Fortaleza que levou o time de volta à Série B do Brasileiro, Luís Eduardo Girão, renunciou ao cargo nesta segunda-feira (6). O anúncio ocorreu em coletiva no Pici. Com a decisão, o 1º vice-presidente do clube, Marcelo Paz, assumirá o cargo. Daniel de Paula Pessoa é o novo diretor de futebol do clube. Girão, no entanto, deve seguir acompanhando o clube de perto. Marcelo Desidério será o 1º vice-presidente.

– Do ponto de vista material, esta é uma carta de renúncia. Mas do ponto de vista espiritual, não é. São de motivos familiares e profissionais. Estarei ausente, mas jamais fora do projeto – afirma

– O trabalho teve início na transição, em 1º de maio. As despesas de 1 milhão e meio de reais. As receitas ficavam em torno de R$ 300 mil. Tinham duas folhas e meio em aberto. Foram R$ 5,7 milhões para deixar o que precisava quitado. De maio até outubro, atualizadas e pagas todas as despesas de tributos do clube. Atualmente, não existem pendências de ordem salarial ou de encargos. Com o acesso, as receitas devem crescer em 70% – completa.

Luís Eduardo Girão assumiu o clube depois da renúncia de Jorge Mota. O time ganhou o presidente em junho e, com Luís, subiu para Série B do Brasileiro. A família do dirigente, no entanto, mora nos Estados Unidos. Ele alegou a saudade do familiares para deixar o cargo.

Em 2018, o Fortaleza completa o centenário, com Campeonato Cearense e Série B do Campeonato Brasileiro. Por enquanto, o Leão espera se vai classificar à Copa do Brasil por ranking da CBF e não atuará na Copa do Nordeste.

 

Fonte:G1