Justiça manda pai do atual prefeito de Granjeiro utilizar tornozeleira eletrônica

A Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) apresentou os detalhes da ação policial desencadeada pela Polícia Civil, nesta quinta-feira (9), referente às investigações sobre a morte do prefeito João Gregório Neto (54), ocorrida em dezembro de 2019, em Granjeiro, na região do Cariri cearense.

As diligências policiais ocorreram, na manhã de hoje, no município de Granjeiro no Ceará e no Estado de Pernambuco. Foram cumpridos mandados de busca e apreensão expedidos pela Justiça em desfavor dos alvos envolvidos na morte do político. Os mandados foram cumpridos nos endereços do pai e do atual prefeito do município. O caso foi apresentado em coletiva de imprensa, na tarde de hoje, na sede da SSPDS, em Fortaleza.

Participaram da coletiva o secretário da Segurança Pública, André Costa; o delegado geral, Marcus Rattacaso; o perito geral da Perícia Forense do Estado do Ceará, Ricardo Macêdo; o diretor do Departamento de Polícia Judiciária do Interior Sul (DPJI Sul), Ricardo Pinheiro, e o diretor adjunto do DPJI Sul, William Lopes, além dos titulares da Delegacia Regional de Juazeiro do Norte, Juliano Marcula; da Regional do Crato, Luiz Eduardo da Costa Santos, e da Delegacia Municipal de Crato, Manuel Inácio Torres.

O secretário André Costa ressaltou que as forças de segurança atuaram desde o que o crime foi registrado e que foram utilizados todos os recursos disponíveis para reunir um conjunto de provas com o fim de elucidar o caso. “Desde o primeiro momento, no dia do crime, 24 de dezembro, o governador Camilo Santana entrou em contato comigo e cobrou que nós resolvêssemos esse caso, que atenta inclusive contra a própria democracia. Designamos equipes, que têm trabalhado exclusivamente no caso e têm se dedicado bastante para poder elucidar esse crime”, ressaltou.

Sobre as evidências que basearam os pedidos dos mandados judiciais, o secretário André Costa ressaltou que nesta primeira etapa dos trabalhos é necessário preservar os detalhes para não comprometer as apurações. Segundo o secretário, as informações sobre a motivação e outros detalhes acerca do caso serão divulgados em momento oportuno.

O trabalho conduzido pelo Departamento de Polícia Judiciária do Interior Sul (DPJI Sul), com apoio das delegacias regionais de Crato e de Juazeiro do Norte, conseguiram reunir provas que indicam que o crime tem elementos que relacionam o fato com desavenças políticas entre a vítima e outros políticos da região. Foi determinado pela Justiça que o pai do atual prefeito de Granjeiro, identificado por Vicente Félix de Souza (60), utilize tornozeleira eletrônica e mantenha-se em área de restrição específica, como medida cautelar.

Durante o trabalho policial, um veículo modelo Chevrolet S10, de propriedade de um parente de Vicente, bem como documentos e aparelhos celulares foram apreendidos nos endereços alvos da operação. Os objetos serão encaminhados para a Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce) para serem submetidos à análise pericia

por Monólitos Post