Informação de que Ciro Gomes, se eleito, irá reduzir salário de médicos é falsa

A informação de que o pré-candidato à Presidência Ciro Gomes (PDT) pretende diminuir o salário de médicos caso vença as eleições desde ano é mentirosa.

Boatos divulgados por meio de redes sociais e portais de notícias apontam que o pedetista tem como proposta interferir nos valores pagos e na formação oferecida pelas universidades à categoria. No vídeo em que trata do assunto, o cearense não menciona a intenção de intervir nas remunerações. Contudo, pede mudanças na formação dos profissionais.

Ciro critica a restrição à abertura de novos cursos no setor, o que, “pela lei da oferta e demanda”, provoca o aumento da remuneração exigida. “O salário dos médicos no Brasil, no interior do Ceará, é completa e exorbitantemente fora da realidade. Não que eles não mereçam, acho que uma formação desse nível merece o melhor salário, mas estou explicando a realidade brasileira, (em que) você tem os salários completamente fora da realidade”, disse.


O vídeo original foi divulgado no canal no Youtube de Willian Cardoso, que também conduziu a entrevista, em 30 de junho de 2016, durante viagem do pré-candidato a Rosário, na Argentina, para realização de palestra. Originalmente, a conversa durou 14 minutos e 5 segundo. O trecho divulgado para propagar o boato tem 3 minutos e 30 segundo.