Iguatu perde 366 vagas de empregos em 2017. É o pior resultado dos últimos anos

Na contramão da média do Ceará, que já perdeu quase 15 mil vagas de trabalho com carteira assinada neste ano, alguns municípios continuam gerando empregos no Estado e vêm sentindo menos os efeitos da retração econômica nacional.

De acordo com os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgados nesta semana pelo Ministério do Trabalho, Missão velha é a cidade cearense que mais gerou empregos em 2017, com saldo positivo de 731 vagas. Na segunda colocação aparece Horizonte, com 575 vagas criadas, e Barbalha, no Caririr cearense, com saldo de 325 empregos.

Mas enquanto alguns municípios conseguem saldos positivos nas vagas de empregos, outros não tiveram esse mesmo desempenho, como é o caso de Fortaleza, Juazeiro do Norte e Aracati.

Na região Centro Sul, Iguatu já acumula, em 2017, um saldo negativo de 366 vagas.

Em todo o Ceará, o ano de 2017 já registra perda de 14.816 postos de trabalho. O saldo negativo está ligado a 156.523 contratações e 171.339 demissões. No ano, o Estado acumula retração de 1,18%.

FONTE: IGUATU NOTICIAS