Haddad e Ciro têm as listas mais estreladas de apoio de artistas e intelectuais

Depois de várias campanhas sucessivas com PT e PSDB disputando quem teria a maior lista de apoio de artistas e intelectuais, em 2018, o eixo dessa “guerra das estrelas” mudou. Agora, são Fernando Haddad (PT) e Ciro Gomes (PDT) quem mais apresentam celebridades entre seus apoiadores.Em eleições passadas foi comum atores da TV Globo se dividirem entre PT e PSDB. Ficou famoso o comercial em 2002 da atriz Regina Duarte dizendo “eu tenho medo” ao se referir a uma possível vitória de Luiz Inácio Lula da Silva —ela apoiava José Serra (PSDB). Lula venceu.

Na disputa de 2018, o PT apresentou na 6ª feira passada (21.set) uma lista com 700 nomes estrelados. Entre outros, apoiam Haddad o ator Paulo Betti e o cineasta Kleber Mendonça Filho. A lista (íntegra) deve receber mais nomes.

Ciro Gomes tem sido defendido por nomes conhecidos. Ele têm divulgado vídeos de apoio, como os da ex-mulher Patrícia Pillar e do cantor e compositor Caetano Veloso.

Candidaturas como as de Jair Bolsonaro (PSL), Marina Silva (Rede) e Guilherme Boulos (Psol) também têm sido recebido apoio de celebridades.

De grandes partidos, Geraldo Alckmin (PSDB) e Henrique Meirelles (MDB) não registram até agora apoio público de famosos e intelectuais.

Leia alguns dos nomes que apoiam os principais candidatos à Presidência:

CIRO GOMES (PDT)
Caetano Veloso – cantor;
Mariana Xavier – atriz;
Joanna Maranhão – atleta;
Alcione – cantora;
Ana de Hollanda – cantora, compositora e ex-ministra da Cultura;
Tico Santa Cruz – cantor;
Mika Lins – atriz e diretora;
Chay Suede – ator;
Luísa Arraes – atriz.
JAIR BOLSONARO (PSL)
Eduardo Costa – cantor;
André Valadão – cantor;
Alexandre Correa – empresário e marido de Ana Hickmann;
Felipe Melo – jogador de futebol;
Jadson – jogador de futebol;
Cafu – jogador de futebol;
José Aldo – lutador de MMA;
Alexandre Frota – ator;
Gustavo Lima – cantor;
Amado Batista – cantor;
Pepê e Neném – cantoras;
Andressa Urach – apresentadora.
GUILHERME BOULOS (PSOL)
Frei Betto – escritor e assessor de movimentos sociais;
Paula Lavigne – atriz e produtora cultural;
Sonia Braga – atriz;
Aline Moraes – atriz;
Paulo Betti – ator;
Letícia Sabatella – atriz;
Wagner Moura – ator e diretor;
Bruno Mazzeo – ator e diretor;
Elisa Lucinda –atriz;
Gregório Duvivier – ator e articulista;
Ferrez – escritor, compositor e cantor;
Monica Iozzi – atriz e apresentadora;
Raquel Rolnik – arquiteta e urbanista, professora da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da USP;
Teresa Cristina – cantora;
Paula Burlamaqui – atriz;
Erico Braz – ator;
Laerte Coutinho – cartunista e chargista;
Mauro Lima – cineasta;
Paulinho Moska – Cantor e compositor;
Pretinho da Serrinha – cantor e compositor;
Thalma de Freitas – atriz e cantora;
Carlos Rennó – compositor;
Aíla – cantora e compositora;
Amara Moira – travesti e feminista;
Ana kutner – atriz;
Anna Tréa – cantora e compositora;
Bruno Ramos – um dos organizadores da Liga do Funk;
Bruno Torturra – jornalista e fotógrafo.
MARINA SILVA (REDE)
Marcos Palmeira – ator;
Marco Nanini – ator;
Maitê Proença – atriz;
Cássia Kis Magro – atriz;
Marcelo Serrado – ator;
Caio Blat – ator;
Eriberto Leão – ator;
Leandra Leal – atriz;
Arnaldo Antunes – músico;
Baby do Brasil – cantora.