Guarany e Fortaleza se enfrentam no Junco em 1º duelo da semifinal

Começas as semi final do Cearense.

Tricolor do Pici busca a vitória para ampliar a vantagem de dois resultados iguais, enquanto o Cacique do Vale tenta se valer do mando de campo para reverter a situação e tentar chegar à final do Estadual 2019

Guarany de Sobral e Fortaleza entram em campo, nesta quarta-feira (27), para disputar o jogo de ida das semifinais do Campeonato Cearense. A partida tem início marcado para 21h30, no estádio Junco (mesmo horário de Floresta x Ceará, no Domingão).

O Tricolor do Pici, que terminou a segunda fase da competição na vice-liderança, com 11 pontos, poderá contar com o atacante Ederson para o confronto diante do Cacique do Vale.

“Estamos preparados para conquistar um resultado positivo lá. Trabalhamos muito para isso. A equipe do Guarany também vai em busca da vitória. Os dois times vão procurar pelo gol. Quem o Rogério Ceni escolher para entrar vai estar preparado”, disse o camisa 91 do Tricolor, que já marcou cinco gols em 11 jogos pelo Leão.

Giro Esportivo "O Melhor Programa de Esporte do Radio"
Giro Esportivo “O Melhor Programa de Esporte do Radio”

Alterações

O Fortaleza deve ir a campo com a defesa modificada, já que o técnico Rogério Ceni não vai poder contar com cinco jogadores para o setor: os zagueiros Quintero (expulso na partida final da 2ª fase do Estadual contra o Floresta) e Nathan (vetado pelo departamento médico), além dos laterais Bruno Melo (trauma no 2º e no 3º metacarpo da mão direita), Tinga – que tem uma lesão na coxa esquerda – e Carlinhos, pelo terceiro cartão amarelo.

Portanto, quem pode aparecer como titular no lado esquerdo é Araruna ou Diego Ferreira. Já na defesa, Roger Carvalho será mantido. Patrick e Derley disputam a outra vaga na zaga leonina.

Único representante do interior do Estado no mata-mata do Estadual, o Guarany foi praticamente formado às vésperas da competição. O rubro-negro terminou a fase classificatória na terceira posição com 10 pontos somados. Em sete jogos na segunda fase, o Cacique do Vale venceu três, perdeu outros três e empatou uma vez.

Para Gilmar Silva, treinador da equipe sobralense, a obstinação do elenco na competição foi essencial para que conseguisse a classificação para as fases finais.

“Vamos enfrentar um dos gigantes do futebol do nosso Estado e atual campeão brasileiro da Série B, mas continuaremos acreditando. Tenho certeza que o diferencial nessa classificação foi sempre acreditar que podíamos”, comentou o técnico do Bugre.

Fonte: Diario do Nordeste.