Governo do Ceará debate segurança com conselhos comunitários

Com o objetivo de ouvir sugestões e debater políticas públicas com membros de comunidades de todo o Estado, o Governo do Ceará promoveu neste sábado (21) o Seminário dos Conselhos Comunitários de Defesa Social (CCDS) de 2017. O encontro reuniu 1.000 representantes de conselhos no Centro de Eventos do Ceará e foi presidido pelo governador Camilo Santana.

Durante o evento, o chefe do Executivo interagiu com os participantes, respondendo a demandas apresentadas pela população de diversos municípios cearenses. Camilo Santana ressaltou que o Governo do Ceará, através do seminário, reforça o compromisso da gestão pública com a construção coletiva de ações para o bem social e colabora para o “empoderamento da população” no planejamento estadual, em especial da Segurança Pública.

Além de Camilo, participaram do evento a vice-governadora Izolda Cela, responsável por proferir a palestra sobre o Pacto por um Ceará Pacífico, e o secretário da Segurança Pública e Desenvolvimento Social, André Costa, que apresentou resultados das ações da pasta no Estado.

A presidente do CCDS de Quixeramobim, Mazé Damasceno, trouxe uma expressiva comitiva do município e da Região do Sertão Central para o seminário. Com vários anos de experiência em projetos comunitários e no diálogo com o poder público, ela testemunha que é possível reivindicar e participar ativamente das ações e melhorias na vida da comunidade.

Para ampliar a valorização dos conselhos, o governador Camilo Santana anunciou nesta edição do Seminário CCDS a novidade de que serão feitas reuniões mensais com as lideranças dos Conselhos Comunitários de Defesa Social para discussão e acompanhamentos de temas e pautas mais urgentes para a população.

Luta reforçada

Coordenadora do Pacto por um Ceará Pacífico, a vice-governadora Izolda Cela reforçou em seu discurso no seminário a relevância de a comunidade andar junto aos governantes na elaboração de soluções no combate à violência. Para ela, os conselheiros são representantes com grande poder e responsabilidade, capazes de transformar mais do que ninguém a realidade onde vivem.

Sobre o CCDS

O Conselho Comunitário de Defesa Social (CCDS) foi criado em 1998, com objetivo de participar ativamente da solução dos problemas de segurança, apoiando e auxiliando a Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS). Anualmente, a diretoria dos CCDS, composta com no mínimo 10 e no máximo 20 membros, é eleita pela comunidade e constituída por autoridades da SSPDS, representantes de associações, lideres comunitários, profissionais liberais, estudantes de nível médio e universitários e demais cidadãos, todos espontaneamente comprometidos com a cola boração para o equacionamento dos problemas de segurança pública.

Os voluntários trabalham diariamente em prol da segurança dos moradores, auxiliando a polícia na manutenção da ordem pública. Através de reuniões, os conselheiros apresentam a defesa dos interesses da comunidade, junto aos poderes públicos, garantindo assim a satisfação dos anseios e necessidades existentes. A ideia é incentivar o bom relacionamento da população com a Polícia Militar, Corpo de Bombeiros e Polícia Civil.

Com Informações do Governo do Estado do Ceará

 

Mombacanews.com