Governador Camilo Santana lança Projeto Poços de Produção

Para discutir o Lançamento do Projeto Poços de Produção com financiamento do Banco do Nordeste do Brasil (BNB), estiveram reunidos na tarde desta segunda-feira (13), na Assembleia Legislativa do Estado do Ceará, representantes de entidades públicas e privadas para buscar alternativas para superar a grave crise hídrica que atravessa o Ceará.

Entre os convidados pela Comissão de Desenvolvimento Regional, Recursos Hídricos, Minas e Pesca da Assembleia Legislativa, presidida pelo deputado estadual Carlos Matos (PSDB), marcaram presença o presidente da Ematerce Antônio Amorim e o engenheiro Nizomar Falcão e representantes da Superintendência de Obras Hidráulicas – Sohidra – do Instituto Federal de Educação do Ceará – IFCE, do BNB e da Associação das Empresas de Perfuração de Poços e seus associados.

Estas instituições concluíram que o momento é de unir forças criativas para encontrar alternativas que possam beneficiar os agricultores rurais e seus rebanhos. Cada uma dessas instituições assumiram atribuições específicas, ficando a cargo da Ematerce a responsabilidade de orientar os produtores interessados na obtenção da Outorga de Perfuração do Poço, por meio da autodeclaração junto a Secretaria dos Recursos Hídricos (SRH), e elaboração dos projetos técnicos que serão contratados pelo Banco, expressivamente, aqueles com valores acima de R$15 mil.

Um dos impasses bastante discutido foi a questão da garantia da qualidade e da quantidade de água produzida por essas obras hidráulicas. Depois de muitos questionamentos, ficou pré-acordado que as empresas na composição dos custos dos empreendimentos, embutirão uma taxa de risco, de modo que o agricultor não terá de arcar com o custo dos poços que forem inviáveis; ou seja, quando a quantidade de água do poço for inferior a 500 l/h.

O presidente da Ematerce, Antônio Amorim, se comprometeu que a instituição concentrará todas as suas atenções no atendimento da demanda dos poços dos agricultores, que se dispuserem a contratar empréstimo para garantir uma fonte água permanente para suas propriedades, seja para a produção, seja para o
abastecimento.

A meta do Projeto Poços de Produção é de instalação de seis mil poços tipo Amazonas, Tubular Raso ou Tubular Profundo e o lançamento oficial aconteceu na última sexta-feira (17), às 10h, no Complexo de Comissões Técnicas da Assembleia Legislativa.

Fonte: Assessoria de Comunicação da Ematerce