Futebol: Argentina pode desistir da Copa América 2020 para disputar competição na Europa

Uefa deixou claro que pode incluir a Argentina em uma das suas competições – Liga das Nações ou Eurocopa – na condição de convidada especial

comercial valeria preço baixo todo dia.

Antes de iniciar a apresentação da última edição especial aos domingos do programa Debate Final em meio a disputa da Copa América , o apresentador da versão argentina do canal Fox Sports , Martin Liberman, fez um longo e contundente editorial.

O principal tema foi a sua opinião em meio às reclamações da Argentina e também em declarações de Lionel Messi sobre prejuízos via arbitragem é mesmo um suposto quadro de corrupção da Conmebol.

Porém, já no fim, ele acrescentou importante informação que, segundo o mesmo, foi apurada “com dois importantes dirigentes” da AFA (Associação do Futebol Argentino).

Segundo o que foi apurado, a Conmebol (Confederação Sul-Americana de Futebol) que, mediante as duras críticas feitas pela entidade argentina, existe a expectativa da desistência dos argentinos em organizar e participar da Copa América de 2020 no país.

Caso a situação em questão venha a acontecer, esse tipo de manobra poderia ser prejudicial não apenas a curto, mas também a longo prazo. Vale lembrar que, em conjunto com Bolívia, Chile e Paraguai, os argentinos sustentam a intenção de trazer a Copa do Mundo de 2030 para a América do Sul no ano em que se comemora o centenário do Mundial.

Além disso, o diário inglês The Sun publicou que a Argentina pode até disputar competições na Europa.

Boatos indicavam que Aleksander Ceferin, presidente da Uefa , havia tentado aproveitar a turbulência dos argentinos com a Conmebol para convidar o país sul-americano a participar da próxima edição da Liga das Nações da Europa, que será realizada na temporada de 2020/21.

Foi até sugerido que a AFA se desfiliasse da Conmebol para se unir à Uefa.

A Uefa, no entanto, já avisou que isso não existe. “Não há nenhuma verdade na sugestão de que a Argentina tenha sido convidada a participar de competições da Uefa e nem a se tornar membro da Uefa”, disse a entidade.

A Uefa, por outro lado, deixou aberta a possibilidade de a Argentina participar de algumas das suas competições na condição de convidada especial. “No espírito de amizade e camaradagem e como uma organização inclusiva, a Uefa pode, naturalmente, convidar a Argentina como convidada especial para uma das suas competições a qualquer momento”.

Fonte: IG Esporte.