Fortaleza vence Atlético-GO, confirma acesso à Série A e pode ser campeão na terça-feira

O torcedor tricolor é só alegria: o acesso à elite do futebol brasileiro foi confirmado matematicamente e, depois de 12 anos, o Fortaleza volta à Série A do Campeonato Brasileiro. Dependendo de uma vitória e de outros dois resultados para confirmar o acesso ainda neste sábado, 3, na 34ª rodada da Série B, deu tudo certo para o Leão. Vila Nova empatou com o Paysandu na sexta-feira, 2, o Londrina também não conseguiu superar o Avaí, e o Tricolor do Pici venceu o Atlético Goianiense por 2 a 1.

Com gols de Gustagol e Bruno Melo, para o Fortaleza, e um gol de João Paulo, aos 48 do segundo tempo para o Dragão, o Leão chegou a 64 pontos na partida no Estádio Antônio Accioly, em Goiânia. Líder, o Fortaleza está sete pontos à frente do segundo colocado, o CSA, e à dez pontos do quarto lugar, o Goiás – o último do G4. O Fortaleza conquista o acesso com quatro partidas de antecedência. Na próxima partida, na terça, 6, na Arena Castelão, o Fortaleza poderá já confirmar o título da Série B – caso ganhe do CSA, e o Avaí não vença o Atlético-GO. Com 51 pontos, o Dragão está na sétima posição da tabela.

O Fortaleza manteve-se no primeiro tempo jogando, primordialmente, no setor defensivo. Com o time mandatário precisando vencer para manter viva a possibilidade do acesso à Série A, o Leão teve apenas 38% da posse de bola – e 62% para o Atlético-GO. Os números da posse de jogo no entanto, não revelam a superioridade do Tricolor em campo. Enquanto o Dragão buscava o ataque e finalizou oito vezes, apenas uma ao gol; o Leão finalizou quatro vezes, três delas ao gol – foi comedido, mas letal.

Fazendo valer o apelido, Gustagol abriu o placar aos 14 minutos. O centroavante recebeu passe de Marcinho dentro da área, depois de erro na saída de bola, e tirou do goleiro, e marcou. Foi o 12º gol de Gustavo na Série B, e 28 º na temporada.

 

Administrando a vitória parcial e com o esquema defensivo bem bem organizado, o Tricolor do Pici deixava o Dragão jogar, mas sem chegar com perigo. Aos 25 minutos, Bruno Melo, após cruzamento de Éderson, desviou de cabeça e ampliou para o Leão. A bola ainda tocou nas costas da zaga.

No minutos seguinte, foi a vez de Marcelo Boeck brilhar. Na chance mais clara do Atlético-GO, depois de escanteio cobrado por Vitinho, Thiago Santos chutou forte de dentro da área. Boeck, a queima roupa, defendeu com a mão esquerda.

No segundo tempo, começou com a situação se repetindo: Fortaleza buscando os contra ataques, e o Atlético-GO com posse de bola. Boeck fez duas grandes defesas quase seguidas, impedindo que o time da casa esboçasse reação. Na primeira, aos 27 minutos, Renato Kayzer aproveitou a bola sobrada na área, fez o giro no corpo e arrematou para o gol. Boeck fez defesa espetacular e mandou para escanteio. Na sequência, após a cobrança de tiro de canto, o goleiro, novamente, fez defesa fundamental.

 

Nos minutos seguintes, o Dragão tentou colocar pressão no Fortaleza, mas sem sucesso, graças a Boeck, que montou o paredão e fez outras duas defesas essenciais. Na duas finalizações de Renato Kayser, aos 40 e 41 minutos, o arqueiro tricolor barrou. Aos 48 minutos, depois de muito tentar, João Paulo consegue diminuir para o Dragão, mas não há mais tempo para o empate.

 

Em vitória construída ainda no primeiro tempo, o Fortaleza sacramenta a temporada excepcional e carimba a ida para a Série A em 2019.

Fonte; Opovo