Facção criminosa Planejava matar autoridades em Crateús

Investigações policiais sigilosas realizadas na cidade de Crateús (a 345Km de Fortaleza) descobriram um plano de criminosos de uma facção que tinha por objetivo a morte de três das principais autoridades daquele Município: o juiz da Comarca, o promotor de Justiça e a delegada da Polícia Civil. Outro alvo dos bandidos seria um agente penitenciário que trabalha na Cadeia Pública do Município.

Um grupo criminoso, já identificado, estaria prestes a executar a trama para os assassinatos como represália pela ação contundente da Justiça, do Ministério Público e da própria Polícia no combate às ações de uma facção.

Os alvos, segundo a investigação seriam o juiz titular da Primeira Vara da Comarca de Crateús, Francisco Gilmário Barros Lima; o promotor de Justiça, José Arteiro Soares Goiano; e a delegada de Polícia Civil, Ana Paula Scott.

As investigações ainda estão em andamento, mas já identificou os “cabeças” das facções que teriam planejado o assassinato das três autoridades. Eles já haviam, inclusive, elaborado as rotas de fugas dos matadores após as execuções planejadas.

O promotor de Justiça José Arteiro Soares Goiano informou, que já há os nomes dos prováveis mandantes e que já estão sendo tomadas providências legais. “Em breve, teremos novidades”, alertou. Segundo ele, a intenção dos bandidos é intimidar as autoridades que combatem diretamente o crime naquele Município.

A delegada Ana Scotti preferiu não se manifestar acerca da investigação. Já os juízes da Comarca de Crateús informaram que nesta sexta-feira (20) deverão se reunir com a presidência do Tribunal de Justiça do Estado do Ceará para discutir o problema. A audiência está marcada para as 11 horas.

Ceara news