Ex-cantora da Noda de Caju pede ajuda em internação de filho contra as drogas

Ihara Pamela. pede ajuda para internar filho

Filho de Iara Pamella vendeu móveis e eletrodomésticos para comprar crack. Cantora sobrevive de shows e venda de lanches

Giro Esportivo "O Melhor Programa de Esporte do Radio"
Giro Esportivo “O Melhor Programa de Esporte do Radio”

Diferente da música “Lindos Momentos” que impulsionou o trabalho da cantora Iara Pamella na banda Noda de Caju nos anos de 1990, a vida da forrozeira está abalada pela batalha de um filho contra as drogas. Nesta semana, Iara iniciou uma “vaquinha” virtual para pagar a internação do filho em uma clínica de reabilitação no interior do Ceará.

Com exclusividade ao Puxa o Fole, a forrozeira contou que há cinco anos o filho de 25 anos vem sofrendo com a dependência no crack. “De algum tempo para cá é que percebemos a mudança. As coisas começaram a sumir de casa. Dinheiro, celular, praticamente tudo. Eu não tenho mais nada. Na verdade, ele fez uma limpa. Até o guarda-roupas ele trocou. Ele chegou ao ponto de me dizer que não conseguia passar mais de um dia sem usar a droga. Ele está pele e osso. Está adquirindo várias feridas no corpo”, revelou a cantora a coluna Puxa o Fole.

Iara Pamella precisará pagar R$900 por mês da internação do filho (Foto: Arquivo Pessoal)
Iara conta que vem sofrendo muito com a situação do filho e que está vendendo lanches na porta de uma faculdade há cerca de um ano para conseguir sobreviver. “Muitos me assistem nas redes sociais tocando nos bares e acham que eu vivo bem de vida. Não tenho carro, casa própria e pago aluguel. Num ato de desespero, resolvi fazer um apelo no meu grupo de amigos porque é caro a manutenção da clínica de reabilitação. Eu não queria me expor, mas é uma vida que está em jogo. É a vida do meu filho. Eu já enterrei um e não queria que isso acontecesse de novo”. Um dos filhos da cantora morreu por dengue hemorrágica em Brasília.

Trabalho

Diferente dos grandes shows do início da carreira, a cantora atua em casas menores de Fortaleza. O filho trabalhava com ela na produção dos eventos. Ao final de cada apresentação, Iara pagava um valor pelo trabalho dele. “Depois dos trabalhos a noite, meu filho sumia e passava de cinco dias fora de casa e dormindo na rua. Quando ele voltava não tinha mais tênis e nem camisa. Chegava debilitado da rua”, conta a forrozeira.

Iara Pamella conseguiu a internação do filho por meio de amigos da música nesta semana, mas que precisa pagar um valor mensal de R$900 a cada mês. “Venho trabalhando com lanches e shows nos fins de semana. Está sendo um momento de muita fé, oração e cultos aqui em casa”. Para ajudar com o pagamento dos boletos da internação do filho de Iara Pamella entre em contato pelo telefone (85) 9.9624-6486.