Estelionatário é preso e indiciado por vender cursos de medicina de forma ilegal no Estado do Ceará

Uma ação conjunta da Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE) e da Polícia Civil do Estado do Rio de Janeiro (PCERJ) resultou na prisão de um homem, que foi indiciado por crime contra a propriedade imaterial, na manhã da ultima quinta-feira (7), no bairro Jacarecanga, em Fortaleza – Área Integrada de Segurança 4 (AIS 04). Com ele, foram apreendidos computador, HDs externos, celulares e uma maquineta de cartão.

A investigação durou cerca de um ano até chegar ao criminoso, que já tinha atuado na venda de cursos de medicina com material falsificado nos municípios de Sobral, Camocim e Itapajé, entre outras cidades do Ceará. Seu público-alvo eram estudantes, residentes e médicos. O valor que ele ofertava do curso era de apenas 5% do valor total, pois o curso completo custava em média 24 mil e ele revendia por 1.600 reais. A empresa responsável pelo curso é sediada no Rio de Janeiro e, quando tomou conhecimento sobre a fraude, registrou queixa na Polícia Civil daquele estado.

Em posse dos indícios e das informações levantadas durante a investigação, o indivíduo que pirateava e revendia cursos especializados de Medicina foi surpreendido por agentes das Polícias Civis do Ceará e do Rio de Janeiro em um posto de saúde de Fortaleza, onde teria marcado com um possível comprador do seu material adulterado.

Raimundo Valmir Sousa Ribeiro (42), que costumava ser chamado como “Valber” e não possuía antecedentes criminais, recebeu voz de prisão e, posteriormente, foi autuado em flagrante por crime contra a propriedade imaterial. O criminoso foi conduzido, junto com o material apreendido para o 3° Distrito Policial, onde foi instaurado um inquérito para apuração da atuação do criminoso.

Fonnte:Quixeramombim News