Esporte: Atlético-MG: missão de Jorge Sampaoli é a mais difícil dos gigantes brasileiros

O treinador Jorge Sampaoli foi vice-campeão do Campeonato Brasileiro comandando o Santos no ano passado. O técnico argentino quase encerrou o tabu do Peixe de 15 anos. O título ficou com o Flamengo de Jorge Jesus.

A missão do novo técnico do Atlético-MG será a mais difícil entre os clubes da Série A. O Galo não fatura a taça do Nacional há 48.

O único título do time mineiro foi conquistado em 1971, na primeira edição do Brasileirão organizado pela CBF. Em 27 jogos, o Galo fez uma ótima campanha: 12 vitórias, 10 empates, cinco derrotas, 39 gols marcados, 22 sofridos e 17 de saldo. O artilheiro do torneio também foi alvinegro: Dario, o Dadá Maravilha com 15 gols.

O primeiro torneio nacional foi decidido em um triangular que incluía o São Paulo e o Botafogo. O Atlético venceu o jogo contra o Tricolor por 1 a 0, enquanto que o Botafogo foi derrotado pelo time paulista por 4 a 1. Para ser campeão, o Galo precisava apenas de um empate no Rio de Janeiro e venceu por 1 a 0, em pleno Maracanã, com gol de Dadá Maravilha.

O primeiro campeão não fez boa campanha no ano passado e encerrou a competição na 13ª posição, com 48 pontos. No próximo Brasileirão, ainda sem data de retorno, o Atlético-MG enfrentará o atual campeão Flamengo na estreia.

O primeiro duelo já será decisivo para mostrar se o novo Galo, montado por Sampaoli e com vários reforços, terá força para superar o time de Jorge Jesus.

Com Allan, Arana, Léo Sena, Cazares, Keno, Tardelli, Marrony, o comandante argentino poderá esboçar um belo time e quem sabe encerrar o maior jejum entre os 20 clubes da Série A.

Jorge Sampaoli provou que com boas peças pode brigar pelo título Brasileiro. O argentino escolheu a dedo os reforços e tem tudo para repetir o feito de Telê Santana e fazer história.

Basta a torcida e diretoria não pegar no pé do bom técnico!

Blog do Sartori
FOX Sports