Esporte 2020:Fluminense tem importante redução nas receitas durante pandemia e crise financeira do clube

Em matéria publicada por uma empresa de consultoria, o Fluminense sofreu uma queda na sua última temporada comparada a 2018. De acordo com a Pluri Consultoria, os tricolores sofreram 11% em um ano.

Dentre as alterações relacionadas a matérias como cotas de televisão e Pay-per-view, negociação de jogadores e marketing. Pelo lado positivo, uma receita com bilheteria e sócio-torcedor foram maiores, já os empréstimos e as dívidas trabalhistas sofridas caem em relação ao ano anterior.

A empresa também comparou uma situação atual com 2014. Neste sentido, o Fluminense teve ganho em todos os aspectos.

Um dos reflexos nos números mostrados é necessário ao Fluminense em criar receita. Tanto que o diretoria tricolor já adiantou o desenvolvimento do atacante Marcos Paulo na próxima janela de transferências.

Com uma paralisação de futebol pela pandemia de coronavírus nesta temporada, os números no Fluminense devem ser os próximos de 2020. O presidente Mário Bittencourt não buscou deixar a dívida com o elenco de crescimento e valor do clube que não precisa demitir nenhum funcionário, até o momento, para equilibrar as finanças.

Mesmo com a redução, um diretor de Fluminense já recuperou qualquer possibilidade de retorno aos treinos regulares neste momento. Mário Bittencourt ressaltou que qualquer mudança na direção da volta do futebol passava pela liberação das autoridades.

Crédito da foto: Nelson Perez / Fluminense FC