Em nova decisão, Tribunal de Justiça mantém a cassação do Prefeito de Tauá

Foi julgado no início da noite desta segunda-feira, 17, o segundo Agravo de Instrumento com pedido de efeito suspensivo, interposto pelo Dr. Carlos Windson, na última quarta-feira, 12 de setembro, contra a Câmara Municipal e a Justiça de Tauá, por conta do processo de cassação de seu mandato.

A Juíza Rosilene Ferreira Facundo, por meio de Decisão Interlocutória, destacou a acertada decisão do Juiz da 3ª Vara da Comarca, Dr. Marcelo Durval Feitosa, que negou o pedido feito para anular os atos da Comissão Processante e suspender a cassação do mandato do então gestor.

“Diante do exposto, com fulcro nos fatos e fundamentos jurídicos acima explicitados, e por tudo o que consta nos autos, DENEGO O PRETENDIDO EFEITO SUSPENSIVO”, diz a parte final do Despacho da magistrada.

Segunda decisão em 2 dias úteis

Essa foi a segunda decisão do Tribunal de Justiça indeferindo a pretensão do Dr. Carlos Windson.

Na última sexta-feira, 14, o Desembargador Paulo Francisco Banhos Ponte também indeferiu um Agravo de Instrumento praticamente com o mesmo teor.

Carlos Windson teve o mandado cassado por 11×4, na sessão da Câmara realizada no último dia 12 de setembro.

Fonte:…Blog do Wilrismar