Elerições 2020: Capitão não consegue o PSDB, mas deixa estrago no ninho tucano em Fortaleza

O deputado federal capitão Wagner não conseguiu atrair o apoio do PSDB, mas deixa um grande estrago político e eleitoral no ninho tucano ao garantir a adesão do grupo do deputado federal Roberto Pessoa à sua candidatura na corrida pela Prefeitura de Fortaleza. Presente à Convenção do PROS, Roberto estava acompanhado dos deputados estaduais tucanos Nelinho Freitas e Fernanda Pessoa, do suplente à Câmara Federal Danilo Fortaleza e do prefeito de Maracanaú, Firmo Camurça, além do ex-governador Lúcio Alcântara.

O PSDB rejeitou o convite para indicar o nome do candidato a vice na chapa de Wagner e a tendência é se coligar com o PDT. O DEM, sob o comando do empresário Chiquinho Feitosa, caminhará na mesma direção.

O apoio do grupo de Roberto Pessoa foi construído no ano passado e, na largada, esvaziou a pré-candidatura do tucano Carlos Matos à Prefeitura da Capital. Matos se esforçou, mas patina em 1% das pesquisas e se torna um candidato inviável eleitoralmente, daí a forte tendência do PSDB para desembarcar no palanque do PDT.

ROBERTO X PROS X MARACANAÚ

Candidato à Prefeitura de Maracanaú, Roberto Pessoa recorreu a matemática para se opor ao lançamento de um nome do PSDB à sucessão em Fortaleza e sempre foi incisivo na defesa do apoio ao Capitão Wagner. Expôs essa tese para o presidente da Executiva Regional do PSDB, ex-senador Luiz Pontes, e para o senador Tasso Jereissati. Ambos não o escutaram e Roberto trilhou o caminho para atrair os votos que o Capitão teve, em 2018, em Maracanaú, para voltar à Prefeitura do Município. Como contrapartida, Roberto se engaja para prestigiar o Capitão nos limites entre Maracanaú e Fortaleza.

Fonte:Ceará agora /MBCnews