Dep. Audic Mota troca o MDB pelo PSB

O Deputado Audic Mota confirmou no início da tarde desta sexta-feira, 06, sua filiação ao PSB deixando o MDB, partido pelo qual foi eleito em 2014.

A decisão foi tomada após encontro com o governador Camilo Santana e com o ex-governador Cid Gomes.

O parlamentar admitiu que havia possibilidade de se filiar ao PDT, mas após o encontro com os dois líderes, foi orientado a ingressar no PSB, que no Ceará é presidido pelo Deputado Federal Odorico Monteiro, que integra a base aliada.

Audic foi eleito no bloco de oposição oposição pelo grupo dos empresários e ex-deputados, Chiquinho Feitosa e Idemar Citó em 2014, após deixar o grupo do então Vice-governador Domingos Filho, onde foi presidente da Câmara Municipal de Tauá e presidente da União dos Vereadores do Ceará. Na eleição da mesa diretora da AL, no final de 2016, três meses após trabalhar pela candidatura do Cap. Wagner para Prefeito de Fortaleza, aderiu ao governo e foi escolhido 1º secretário da casa.

No final do ano passado, segundo reportagem do jornalista Edison Silva, do Jornal Diário do Nordeste, se afastou do grupo que o elegeu para a Assembleia. Os comentários iniciais, na época, é que ele iria para o DEM, presidido no Ceará por Chiquinho Feitosa, então seu aliado na Região dos Inhamuns. Mas, num determinado momento, houve um desentendimento entre eles e Chiquinho resolver comunicar ao governador Camilo Santana e ao ex-governador Cid Gomes, que Audic não seria mais o seu candidato, fechando, assim, as portas do DEM para o seu ingresso.

Nos últimos 4 anos, Audic Mota frequentou os grupos políticos liderados por Domingos Filho, Eunício Oliveira, Chiquinho Feitosa e Idemar Citó, e agora segue o ex-governador Cid Gomes e o governador Camilo Santana.