Cruzeiro acerta venda de Diogo Barbosa para o Palmeiras

a tarde desta terça-feira, o Cruzeiro acertou a venda do lateral-esquerdo Diogo Barbosa ao Palmeiras. De acordo com Itair Machado, novo vice-presidente de futebol do clube, a decisão foi do atual mandatário, Gilvan de Pinho Tavares, que deixa o cargo no fim do ano. O clube mineiro, que deve na Fifa cerca de R$ 50 milhões está com problemas de caixa, e esse teria sido um dos motivos para negociar o jogador.

– Fizemos uma reunião com o Gilvan, à tarde, eu e o Wagner (presidente eleito). Falamos que tínhamos condições de cobrir a proposta e comprar o jogador. Ele preferiu vender para pagar algumas coisas, salários… – resumiu Itair Machado em entrevista ao GloboEsporte.com.

A proposta oficial do Palmeiras chegou até Cruzeiro e Coimbra – clube detentor de 75% dos direitos de Diogo Barbosa -, nessa segunda-feira. O time paulista estava interessado em adquirir 100% dos direitos do jogador, por 4,5 milhões de euros (cerca de R$ 17 milhões). Para ficar com o lateral-esquerdo, a Raposa precisava cobrir a oferta, conforme contrato firmado com a diretoria do Coimbra. Com a investida, Itair Machado negociava a entrada de um investidor para comprar o jogador em definitivo.

Mais cedo, em contato com o GloboEsporte.com, o empresário de Diogo Barbosa, Edson Favarin, afirmou que o Palmeiras havia aumentado o valor da proposta para o Cruzeiro. O aumento pesou no bolso da Raposa e fez a cúpula celeste optar por vender o jogador. Segundo apurou a reportagem, o time mineiro vai receber cerca de 1,4 milhão de euros (aproximadamente R$ 4,2 milhões), equivalentes aos 25% dos direitos econômicos do atleta.

Fonte: G1