Chuvas na Região do Cariri estão abaixo do esperado para o mês de março,

Mesmo com as fortes chuvas registradas na semana passada na Região do Cariri, a média do mês de março está abaixo do esperado até esta segunda-feira (25), de acordo com o meteorologista Danuzio Souza. Na última sexta-feira, choveu 160 milímetros em Santana do Cariri e, na última segunda-feira (18), 120 milímetros na cidade do Crato.

“A quantidade de chuva se encontra abaixo da quantidade prevista para a Região do Cariri. De certa forma, não é uma chuva que vá trazer uma recarga para os reservatórios e para a agricultura de uma maneira geral. Ela é boa e ao mesmo tempo não porque é uma chuva passageira e vem de uma vez”, explicou Souza.

Ainda de acordo com o meteorologista, os registros de chuvas não foram suficientes para acumular água. Ele destacou que, nesta segunda-feira, as cidades de Juazeiro do Norte e Barbalha ainda não atingiram a média do mês e estão 34% abaixo do esperado. Apenas o município do Crato atingiu um volume próximo do esperado.

Giro Esportivo "O Melhor Programa de Esporte do Radio"
Giro Esportivo “O Melhor Programa de Esporte do Radio”

Danuzio Souza explicou que ainda existe previsão de chuva durante este mês e há chances da média melhorar um pouco.

Os dados da Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme) confirmam o diagnóstico do meteorologista. Até esta segunda o acumulado médio de chuvas no Cariri em março é de 165,5 milímetros, enquanto o esperado para o mês é de 216,3 mm. É um desvio negativo de 23,5%. Contudo, a situação pode melhorar se continuar chovendo até o fim deste mês.

A tendência de precipitações abaixo da média, entretanto, vem se repetindo no Cariri desde o início do ano. Conforme a Funceme, era esperado um acumulado de 147,7 mm em janeiro, mas só houve 109,8 (-25,7%). Em fevereiro, o primeiro mês da quadra chuvosa, registrou 107,7, quando a média histórica era de 157,7 mm, 31,7% a menos que o esperado.

Transtornos
Na última sexta-feira (22), uma chuva de 160 mm destruiu uma estrada que dá acesso à zona rural da cidade Santana do Cariri. Animais foram arrastados durante a correnteza e muitos não sobreviveram.

No Crato, há uma semana, um homem morreu após tentar atravessar o canal a cavalo e ser arrastado pela correnteza do Rio Batateiras. Entre a segunda (18) e a terça-feira (19), o acumulado na cidade foi de 120 mm. Carros foram arrastados e um ônibus ficou preso em um buraco. Devido à enchente, famílias precisaram dormir no meio da rua após terem as casas inundadas.

Previsão da Funceme
De acordo com a Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme), a previsão para esta segunda-feira é de nebulosidade variável com possibilidade de chuva em todas as regiões do Estado.

Fonte; G1 ce