Ceará : Governador pede Força Nacional e Exército após onda de ataques

Fortaleza em Panico

O governador Camilo Santana solicitou apoio da Força Nacional de Segurança, Exército e Força de Intervenção Integrada (FIPI) para trabalhar em conjunto com a polícia do Ceará, após a onda de ataques em Fortaleza e Região Metropolitana, desde a madrugada desta quinta-feira (3).

Criminosos explodiram uma bomba em um viaduto na cidade de Caucaia, na Região Metropolitana de Fortaleza, e incendiaram ônibus do transporte coletivo da capital cearense durante a madrugada desta quinta-feira (3). Além disso, carros do Departamento de Trânsito de Horizonte e uma van do transporte alternativo foram queimados na Região Metropolitana.

Santana anunciou também a nomeação imediata da turma de 220 novos agentes penitenciários, antes prevista para março. E a imediata nomeação dos 373 novos policiais militares, já formados, para atuação nas ruas.

“Conversei por telefone, hoje pela manhã, com o ministro da Justiça e da Segurança Pública, Sérgio Moro, que se colocou à inteira disposição para o apoio necessário, e a quem agradeço. Entendo que o crime organizado ultrapassou as divisas dos estados e que, somente com a ação conjunta dos Estados com o Governo Federal, iremos vencer esse desafio”, afirmou o governador em sua página pessoal em uma rede social.

O general Theophilo, ex-candidato ao governo do Ceará e secretário Nacional da Segurança, informou que aguarda o pedido formal do governador Camilo Santana para o envio das forças federais.

“O ministro [da Justiça, Sérgio Moro] me ligou agora dizendo que tinha falado com o governador e o que eu tenho de concreto é que ele ofereceu ao secretário [da Segurança do Ceará] André Costa a Força Nacional de Segurança. Agora, o ministro da Justiça vai avaliar o pedido junto com o gabinete de Segurança Institucional e vai ver se aprova ou não. Aprovado, a gente envia o pessoal”, informou Theophilo.

Em ondas de ataques semelhantes nos anos anteriores, a oposição ao governador havia sugerido que Camilo Santana solicitasse apoio do Governo Federal, mas ele se recusou a fazer o pedido.

Câmeras de videomonitoramento também foram atacadas; uma bomba caseira arremessada em um posto de combustível; foi registrado ataque a tiros contra uma agência bancária; e fotossensores foram danificados por criminosos.

“Estive reunido com toda a cúpula da Segurança Pública e Sistema Penitenciário e reforcei minha determinação de continuar agindo com todo o rigor e dentro da lei para coibir as ações criminosas e estabelecer o total controle das unidades prisionais, conforme todo o planejamento que já vem sendo feito no Ceará”, completou Santana.

Segundo o governador, o policiamento foi reforçado nas ruas desde a madrugada, quando inciaram os ataques. Nove pessoas foram autuadas e outras três estão sob investigação, suspeitas de participarem dos crimes.

A série de ataques ocorreu desde a madrugada desta quinta-feira. Confira a relação das ações:

Criminosos detonaram uma bomba contra a estrutura de um viaduto na Caucaia
Dois ônibus foram completamente queimados nos bairros Edson Queiroz e Canindezinho
Outros dois ônibus foram atacados nos bairros Bonsucesso e Serrinha. O Corpo de Bombeiros conseguiu apagar os incêndios
Por volta das 3h, homens armados incendiaram uma van no Bairro Conjunto Planalto Caucaia
Grupo criminoso incendiou seis veículos que eram utilizados pelo Departamento Municipal de Trânsito (Demutran) de Horizonte. Os veículos foram atingidos por uma bomba caseira, pegaram fogo e ficaram destruídos
Câmeras de videomonitoramento foram atacadas na Barra do Ceará e no Bairro Bom Jardim
No Bairro Damas, bandidos arremessaram uma bomba caseira contra um posto de combustível. Um funcionário do local conseguiu apagar as chamas
Criminosos atiraram contra uma agência bancária no Otávio Bonfim
Fotossensores foram danificados por bandidos nos bairros Moura Brasil, Messejana e Quintino Cunha

No início da tarde, um ônibus foi incendiado na Avenida Cônego de Castro, próximo ao local onde havia ocorrido o primeiro ataque. A ação deixou um casal de idosos e o motorista do ônibus feridos.
Ataque a ônibus no Barroso/Passaré
Ataque a ônibus no Vicente Pinzon
Ataque a ônibus no Castelão
Ataque a ônibus no Planalto Airton Senna
Van incendiada no Sítio São João, perto do Condomínio José Euclides, em Messejana, na tarde desta quinta-feira (3)
Ônibus de empresa de fretamento é queimado na Rua Santa Philomena, no Henrique Jorge, na tarde de quinta-feira (3)
Caminhão de lixo foi incendiado e o fogo também atingiu um carro pequeno perto do Condomínio José Euclides, em Messejana